Caso Lecaros: Botafogo evita perder pontos ou punição da Fifa, mas precisa se explicar

0 comentários

Blog da Redação

Blog da Redação

Compartilhe

Alexander Lecaros em Grêmio x Botafogo | Campeonato Brasileiro 2020
Reprodução/Premiere

O Botafogo não deve mais ao Cusco (ex-Real Garcilaso), do Peru, por Lecaros, mas deve à torcida explicações. A notícia desta sexta-feira é que o clube teve que pagar U$ 250 mil (cerca de R$ 1,4 milhão) por não “perceber” que se tratava de uma transferência internacional de jogador abaixo de 23 anos.

Com o pagamento, o que foi certo a se fazer, o Botafogo evitou perder pontos no Campeonato Brasileiro ou ser punido pela Fifa, que poderia impedir a inscrição de reforços, como fez com o Cruzeiro. O alto valor saiu do lucro pela venda de Luis Henrique ao Olympique de Marselha, da França.

O problema vem do passado, da contratação de Alexander Lecaros. Hoje com 21 anos, o atacante peruano assinou em janeiro contrato até o fim de 2021. Pelo pouco que apresentou em campo, 43 minutos, perfil tímido, baixa estatura e pouca física, pagar dois anos de salários já não valeria a pena. Em dez meses, entrou em apenas cinco jogos, sendo dois amistosos. A contratação fica pior ainda ao se acrescentar o custo de R$ 1,4 milhão.

Sem dinheiro, sem recursos e com alta dívida, o Botafogo não tem o direito de cometer este tipo de erro e precisa se justificar à torcida.

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas