Paulo Autuori tem noite irreconhecível e fora do seu padrão no Botafogo

0 comentários

Blog da Redação

Blog da Redação

Compartilhe

Paulo Autuori - Botafogo
Vitor Silva/Botafogo

Paulo Autuori é um grande treinador, com currículo invejável e qualidade superior ao que o Botafogo poderia contratar neste momento. Entende de futebol e de conceitos, acerta e erra como qualquer técnico. Mas chamou atenção na derrota por 3 a 2 para o Vasco por fugir do seu próprio padrão.

Primeiro ao tirar Caio Alexandre e Honda ainda no primeiro tempo. Não é normal fazer substituições tão cedo, nem mesmo no segundo tempo. Mexeu com dois pilares da equipe, jogadores que marcam, constroem e dão ritmo. Para colocar Luiz Otávio e Rentería, dois atletas mais de marcação.

As mudanças, acrescidas de Kalou no intervalo, até deram maior competitividade, coragem e força ao Botafogo, que logo empatou e poderia virar.

Todavia, Paulo Autuori novamente mudou seu padrão ao tirar com 11 minutos do segundo tempo Kevin e Rhuan para colocar Barrandeguy e Pedro Raul. Alterações estranhas porque ficou sem poder fazer mais substituições, porque acabou com o jogo do lado direito e porque deslocou Matheus Babi de centroavante para ponta. E, para completar, Barrandeguy e Pedro Raul entraram mal. O Vasco cresceu e fez dois gols.

A defesa começou com três zagueiros, terminou com dois, os volantes eram armadores, viraram destruidores, o ataque teve um centroavante na ponta, Victor Luis passou a buscar jogo pelo meio. O time terminou o jogo totalmente confuso.

Na coletiva após o jogo, Paulo Autuori assumiu a responsabilidade pela atuação e pelo resultado. O desafio maior é recuperar o time e superar o próprio Vasco na quinta-feira, pela Copa do Brasil, e vencer o Santos domingo para sair da zona de rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas