Pitacos: todo mundo reage, menos Botafogo e Barroca; até o lanterna da Série B vence mais

62 comentários

Blog da Redação

Blog da Redação

Compartilhe

Eduardo Barroca e saída do time de São Januário em Fluminense x Botafogo | Campeonato Brasileiro 2020
Reprodução/Premiere

* O Vasco com Vanderlei Luxemburgo mudou de cara, passou a competir mais e a vencer jogos; o Sport com Jair Ventura parecia que ia desmoronar, mas segue se sustentando fora da zona de rebaixamento; o Coritiba, outrora lanterna, começou a equilibrar e ganhar partidas; o Goiás virou uma equipe aguerrida e que não se entrega facilmente (que virada sobre o Santos). Só um time não mostra qualquer poder de reação: o Botafogo de Eduardo Barroca

* Com Barroca, o Botafogo chegou a nove derrotas em dez jogos, um aproveitamento de 10%, pior até que o de Marcos Paquetá no clube (20%). Não reage, não briga, não luta, não mostra qualquer sinal positivo. O treinador também não conseguiu reação no Coritiba, no início do campeonato

* O Botafogo teve a proeza, na derrota por 2 a 0 para o Fluminense, de não dar um chute no gol ou um ataque perigoso, em 90 minutos. Um time com a cara de seu treinador, que só grita “toca a bola” e não cria qualquer solução ofensiva

* Alguém viu o Bruno Nazário em campo?

* O Botafogo precisa investir em um goleiro para curto, médio e longo prazo. E ele não é Diego Cavalieri, que falhou de forma feia contra o Fluminense. Goleiraço ao longo da carreira, ele não tem mais a agilidade e a segurança de outrora, leva gols com muita facilidade e não inspira confiança. Gatito Fernández ninguém sabe se fica ou quando se recupera, Saulo tem que sair no fim do contrato em fevereiro. Diego Loureiro parece um reserva promissor, mas o time vai precisar um titular na Série B e no restante da temporada

* O mundo conspira a favor da entrada de Cícero no Botafogo. Victor Luis se machucou, Rafael Forster foi para a lateral e o veterano entrou. Para, mais uma vez, ficar observando de dentro do campo o adversário marcar os gols, sem se esforçar para proteger a entrada da área. Quem reintegrou o Cícero?

* Gostaria de encontrar um ponto positivo no time do Botafogo, mas é quase impossível. Ao menos ficou uma impressão que Rafael Navarro brigou mais, tentou e se mostrou fisicamente mais pronto. Vale ser testado na reta final

* Com apenas quatro vitórias e 23 pontos em 32 jogos no Campeonato Brasileiro, o Botafogo vence menos até que o Oeste, lanterna da Série B, que ganhou seis jogos em 37 rodadas e tem 26 pontos

* Com Paulo Autuori, o Athletico-PR saiu da zona de rebaixamento, arrancou e já tem 42 pontos. Venceu o Flamengo e sonha com Libertadores. Com ele, ao menos o Botafogo ainda competia, assim como com Bruno Lazaroni

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas