Os planos mudaram, mas o destino de Edilson segue definido: jogará no Cruzeiro em 2018. Um dos laterais mais bem pagos no futebol brasileiro, o jogador será comprado pela Raposa. Em troca, o Grêmio não terá mais Sassá por empréstimo e, sim, o jogador Alisson em definitivo.

A informação foi divulgada pelo repórter Samuel Venâncio, da Rádio Itatiaia, e confirmado pelo Hoje em Dia com um membro da diretoria do Cruzeiro. O Grêmio irá trocar Edilson por 30% dos direitos econômicos do jovem meia-atacante (que receberá cerca de R$ 270 mil em Porto Alegre), além de ter o direito federativo do jogador.

O Cruzeiro permanece com 10% dos direitos de Alisson, sendo que há a participação de investidores em cerca de 60% da “fatia” do ponta. Edilson chegará ao Cruzeiro para receber um salário na casa de R$ 480 mil num contrato de três anos, quase dobrando os vencimentos do Grêmio.

Até o último sábado o negócio entre Cruzeiro e Grêmio previa a ida de Sassá ao Sul do País, com o Cruzeiro investindo quase R$ 4 milhões para contatar o expediente lateral-direito. Mas houve uma reviravolta que mudou os rumos da negociação.

Com a camisa do Cruzeiro Alisson fez 168 jogos e marcou 23 gols. Revelado pela Raposa, o atacante teve em 2017 como uma de suas melhores temporadas na carreira, superando antigas lesões que o afastavam com regularidade das partidas.

Alisson é mais um jovem da “safra de Diamantes” do Cruzeiro que deixará o clube. Mayke acertou com o Palmeiras em maio deste ano; Elber vai para o Bahia em 2018, se apresenta no dia 3 de janeiro. Lucas Silva deixou o clube em 2015 rumo ao Real Madrid-ESP, mas retornou em 2017 emprestado, após não se firmar no clube merengue e ser cedido ao Olympique de Marselha-FRA.

Fonte: Hoje em Dia