Dado como escolhido pela diretoria para substituir Alberto Valentim, o técnico Marcos Paquetá tem longa ligação com dois dos atuais líderes do elenco do Botafogo. Foi ele o comandante da Seleção Brasileira campeã da Copa do Mundo Sub-20 em 2003, nos Emirados Árabes Unidos, num time que tinha o goleiro Jefferson e o volante Dudu Cearense.

Por sinal, Dudu Cearense foi um dos destaques daquela campanha. Então no Vitória, ele terminou como um dos artilheiros da competição, com 4 gols, ao lado de Cavenaghi (Argentina), Sakata (Japão) e Johnson (EUA), e ficou com a Bola de Prata, dado ao segundo melhor jogador da competição.

Já Jefferson começou a campanha como reserva de Fernando Henrique, mas conquistou a posição após uma falha do goleiro tricolor na derrota para a Austrália por 3 a 2, na primeira fase, e não saiu mais do time.

Após terminar em segundo num grupo com Austrália (primeiro colocada), Canadá e República Tcheca, com apenas quatro pontos, a Seleção de Paquetá eliminou Eslováquia (2 a 1, com gol de ouro na prorrogação), Japão (5 a 1), Argentina (1 a 0) e Espanha (1 a 0, na final).

Jefferson e Dudu foram campeões sub-20 sob o comando de Marcos Paquetá, em 2003

Paquetá tem 30 anos de carreira como treinador, mas não dirige um clube no Brasil desde 2004, quando comandou o Avaí. Estava há um tempão no chamado “mundo árabe”. Será que está atualizado o suficiente para comandar um clube do tamanho do Botafogo? Fica essa desconfiança…

Saudações alvinegras!