Outrora acertado com o Botafogo, Andrés Ríos foi anunciado nesta segunda-feira como reforço do Vasco da Gama pelo presidente Eurico Miranda. Briga de empresários, chapéu, valor de luvas maior… Não importa. A decisão mostra um pouco como é o caráter do jogador. Sem recalque.

Andrés Ríos trocou o Defensa y Justicia pelo Vasco

Andrés Ríos trocou o Defensa y Justicia pelo Vasco

Trocar o Botafogo, que está perto de uma vaga nas quartas de final da Copa Libertadores da América, por um clube que só brigará contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro e que vai atuar fora de casa até o fim do ano por causa de 150 mil reais (ou dólares, sei lá)? Francamente, boa sorte para ele e vamos em frente!

A diretoria agora tem que começar do zero a busca por um atacante, já que Luciano também não deve vir – ele está negociando com o Panathinaikos, da Grécia. A urgência por um atacante é enorme, e o Botafogo tem 29 dias para contratar – já que ele precisa ser regularizado até o dia 9 de agosto.

Já escrevemos aqui que é hora de ter criatividade no mercado e buscar peças que deem alternativa para Jair Ventura. Não precisa ser necessariamente um centroavante pesado, como Roger. Pode ser um atacante mais móvel, que saiba também buscar o jogo. Não vamos trazer nenhum craque, não há dinheiro. Mas é imperativo trazer alguém.

Tchau, Ríos! Que venha alguém melhor e com vontade de ajudar, não somente com o pensamento de enriquecer. Nosso grupo é formado apenas por jogadores comprometidos com a causa.

Saudações alvinegras!