Um ano após papelão com Botafogo, Lisca repete filme com Sport e é demitido do Santos em dois meses

73 comentários

Blog da Redação

Blog da Redação

Compartilhe

Lisca, ex-técnico do Santos
Ivan Storti/Santos

* O mundo do futebol dá voltas, mas às vezes é justo. Em 2021, Lisca protagonizou um papelão com o Botafogo, enrolou, foi para o Vasco e durou apenas dois meses. Em 2022, a história se repetiu, desta vez com Sport e Santos como vítimas do técnico que tem o apelido de “Doido”.

* O Santos anunciou na tarde desta segunda-feira a saída, em tese “em comum acordo” de Lisca, que não durou dois meses. A imprensa diz que o treinador foi demitido após apenas oito jogos. O bizarro é que ele saiu do Sport pela porta dos fundos em julho, largando o clube ao qual havia acabado de chegar.

* Em 2021, Lisca fez papelão parecido com o Botafogo. Enrolou o clube por uma semana, não deu resposta, cozinhou e, de repente, acertou com o Vasco, acreditando ser o melhor para sua carreira. Não fez o time andar e acabou rodando em dois meses.

* Fica a dica para o futebol brasileiro de um treinador em que não merece se apostar. Para o Botafogo, com SAF, ao menos fica a certeza que Lisca jamais voltará a ser especulado.

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas