No Rio de Janeiro para a cobertura da Copa América pela Movistar Deportes, o jornalista peruano Pedro Eloy García contou para mais de 100 mil seguidores no Twitter, nesta segunda-feira, um pouco da história da camisa do Botafogo e do ídolo Garrincha.

O repórter destacou a clássica camisa 7 do Botafogo e descreveu como eram os dribles do Anjo das Pernas Tortas, que deixavam os adversários pelo caminho em meados do século XX.

– Essa camisa, claramente do Botafogo, é um modelo clássico. O maior de todos os tempos, para muitos neste país, depois de Pelé, foi Garrincha. E Garrincha jogou pelo Botafogo de forma brilhante e usava essa camisa. Hoje, o Botafogo tem outro modelo, mas a clássica, dos anos 1960, era tipo essa, mas com a camisa 7. Aqui não tem ela porque tem que mandar colocar. Todos sabiam o que ele fazia, mas não quando ia fazer. E esse era o truque de Garrincha. Os marcadores não conseguiam contê-lo. Sabiam que ele ia para um lado e depois saía pelo outro. Por isso ele foi grande. “Garrincha” é um pássaro da floresta. Garrincha, um grande! – disse o profissional em vídeo divulgado pela rede social.

No grupo do Brasil na Copa América, o Peru derrotou a Bolívia na noite desta terça-feira no Maracanã, de virada, por 3 a 1. Paolo GuerreroJefferson Farfán e Edison Flores marcaram os gols da vitória.

Assista ao vídeo abaixo: