Em mais uma atuação fraquíssima, o Botafogo foi derrotado pelo Athletico-PR por 1 a 0 neste domingo, na Arena da Baixada, e permaneceu um ponto apenas acima da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Em 14º, podendo ainda ser ultrapassado pelo Cruzeiro, o Fogão tem 36 pontos e mais cinco jogos por fazer. O drama continua.

Como de praxe, o Athletico-PR começou em cima na Arena da Baixada e assustou logo aos dois minutos, com um chute de Nikão de fora da área que Diego Cavalieri espalmou bem. A estratégia do Botafogo foi tirar um pouco a velocidade do jogo, e conseguiu isso em boa parte da etapa inicial.

Porém, aos 21 minutos, o árbitro marcou um pênalti típico de VAR, assinalando mão de Igor Cássio após um desvio de Thonny Anderson. Ainda bem que Marcelo Cirino bateu para fora e desperdiçou. Dominado totalmente, o Botafogo só conseguiu finalizar com perigo aos 43, com Cícero de cabeça, na bola parada.

O Athletico-PR voltou para o segundo tempo acelerando o jogo de novo. Aos cinco minutos, Nikão perdeu uma chance incrível. O Botafogo estava acuado em campo, e acabou tomando o gol aos 13 minutos: Fernando saiu jogando errado, o Athletico-PR desceu em velocidade e Thonny Anderson, de biquinho, venceu Diego Cavalieri, que ainda chegou a tocar na bola.

O Botafogo teve que sair e se expor, e chegou a tomar o segundo gol aos 22 minutos, com Thiago Heleno, após cobrança de escanteio – o lance foi invalidado após revisão do VAR, em virtude da posição irregular de Marcelo Cirino, que se abaixou.

Os alvinegros tentaram mais na base da luta, aumentaram a pressão no final e tiveram a grande chance de empatar aos 49 minutos, com Diego Souza, mas o chute saiu desviado e saiu rente à trave. Não faltou garra dos jogadores, mas o Glorioso conheceu sua 19ª derrota na competição – a sétima seguida como visitante.

Próximos jogos

Fora da zona de rebaixamento por mais uma rodada, o Botafogo terá até o fim do Brasileirão, na sequência: Corinthians, domingo que vem, no Nilton Santos; Chapecoense, em Chapecó, dia 27; Internacional em casa, no dia 30; Atlético-MG, em Belo Horizonte; e fecha contra o Ceará, no Niltão, dia 8.

FICHA TÉCNICA
ATHLETICO-PR 1 X 0 BOTAFOGO

Estádio: Arena da Baixada
Data-Hora: 17/11/2019 – 18h
Árbitro: Braulio da Silva Machado (Fifa/SC)
Assistentes: Henrique Neu Ribeiro (SC) e Thiaggo Americano Labes (SC)
VAR: Rodrigo D’Alonso (SC), William Steffen (SC) e Kleber Lucio Gil (Fifa/SC)
Renda e público: R$ 456.905,00 / 18.091 presentes
Cartões amarelos: Thonny Anderson, Thiago Heleno, Robson Bambu e Márcio Azevedo (CAP); Carli (BOT)
Cartões vermelhos:
Gols: Thonny Anderson 13’/2ºT (1-0)

ATHLETICO-PR: Leo; Khellven, Robson Bambu, Thiago Heleno e Márcio Azevedo; Wellington, Camacho e Thonny Anderson (Erick 44’/2ºT); Nikão, Marcelo Cirino (Vitinho 41’/2ºT) e Rony (Marco Ruben 29’/2ºT) – Técnico: Eduardo Barros.

BOTAFOGO: Diego Cavalieri; Fernando, Carli, Gabriel e Lucas Barros; Cícero, João Paulo e Alex Santana (Rhuan 17’/2ºT); Luiz Fernando (Marcos Vinicius 29’/2ºT), Igor Cássio (Diego Souza 12’/2ºT) e Leo Valencia – Técnico: Alberto Valentim.

Fonte: Redação FogãoNET