GATITO FERNÁNDEZ: 5,5
Sem culpa no gol, deu rebote em bolas perigosas e sustos

JONAS: 4,5
Foi praticamente um zagueiro. Nas poucas vezes que foi ao ataque, errou

MARCELO: 8,0
Um garoto entrar em um jogo de Libertadores e ter tanta personalidade merece nota alta. Tem velocidade, recuperação e decisão

EMERSON SILVA: 6,0
Melhor pelo alto do que por baixo, teve problemas em jogadas rápidas. Demorou a diminuir o espaço no gol de Paredes

VICTOR LUIS: 5,5
Parece ainda não estar na sua melhor forma física. Valente na marcação, pouco acrescentou com a bola no pé

AIRTON: 8,5
Era o dono do meio-campo, com dribles, passes e um golaço, até sair machucado. Preocupa

BRUNO SILVA: 6,0
Foi raçudo e determinado. Melhor no primeiro tempo. Quando foi para a posição de Airton, teve dificuldades

CAMILO: 6,5
Se entregou e lutou bastante. Fez algumas jogadas de qualidade e quase um golaço

MONTILLO: 6,0
Melhor no primeiro tempo, foi um perigo chegando à área para finalizar. Caiu muito no segundo tempo

RODRIGO PIMPÃO: 7,0
Correu por três, sem desistir de nenhuma jogada. Errou algumas vezes, mas tentou o tempo todo e foi importante

ROGER: 4,5
Só foi útil na briga por cima, ganhando algumas disputas aéreas. Pouca mobilidade e qualidade

JOÃO PAULO: 6,0
Mostrou qualidade com a bola, mas sofreu para marcar aberto pela direita. Será útil

MATHEUS FERNANDES: 5,5
Entrou para ajudar na marcação, sem muito tempo

JOEL: Sem nota
Sem tempo para ser avaliado

JAIR VENTURA: 7,0
O Botafogo ainda não está na sua melhor física e nem com entrosamento ideal, mas teve virtudes no primeiro tempo. Demorou a mexer e não deveria ter sacado Camilo

Fonte: Redação FogãoNET