GATITO: 6,5
Atuação segura, sem sustos e tranquila. Exagerou na cera e levou cartão

EMERSON: 7,5
Pata quem estava desde dezembro sem jogar, se saiu bem. Muito firme na marcação. “Reforço” interno

CARLI: 8,0
Foi um monstro na zaga, ganhando praticamente tudo. Que zagueiro!

EMERSON SILVA: 7,5
Foi simples, seguro e eficiente. Ganhou a maioria das disputas

VICTOR LUIS: 6,5
Muito empenho na marcação, disposição e entrega. Algumas escapadas, mas pouca efetividade na frente

RODRIGO LINDOSO: 6,5
Preencheu o espaço no meio e distribuiu o jogo. Seu melhor lance foi um carrinho no fim que terminou no gol de Guilherme

BRUNO SILVA: 7,0
Enquanto teve fôlego, se desdobrou e ganhou diversas disputas. Pareceu cansar no fim

JOÃO PAULO: 7,5
Grata surpresa. Marcou muito e deu passe para o gol de Camilo

CAMILO: 8,0
Em sua real posição, se movimentou, criou e voltou a fazer gol

RODRIGO PIMPÃO: 7,0
Muito bem no primeiro tempo, sendo a válvula de escape com sua velocidade. Se machucou e saiu

ROGER: 6,5
Fez o trabalho de pivô, mas faltou mais mobilidade para jogar e finalizar

GUILHERME: 7,5
Errou algumas jogadas, mas correu o tempo todo, marcou e foi premiado com o gol no fim

FERNANDES: 6,0
Entrou e ajudou a fechar o lado esquerdo. Faltou mais força nas divididas

SASSÁ: 6,5
Ficou isolado, esperando um lançamento, e recebeu poucas bolas. Ao menos brigou

JAIR VENTURA: 9,0
Armou bem seu time, mesmo cheio de desfalques, e venceu na Colômbia. Bem nas substituições

Fonte: Redação FogãoNET