Chegou ao fim a relação entre Canales e o Botafogo. O centroavante de 34 anos não foi relacionado para a partida desta terça-feira, contra o Estudiantes (ARG), pela Copa Libertadores, e pediu para deixar o clube. A rescisão do contrato deve ser formalizada nos próximos dias. Ele deixa o Glorioso após 11 partidas, apenas um gol e um dos maiores salários do elenco.

A decisão do chileno naturalizado argentino foi oficializada após o treino desta segunda, em reunião com a diretoria alvinegra. O curioso é que ele chegou a se tratar de uma pancada no pé esquerdo sofrida no treino deste domingo e, de acordo com fontes, também não teria, por isso, possibilidade de ser relacionado.

Canales já deixou o estádio alvinegro com cara de poucos amigos. Membros da comissão técnica ficaram surpresos com a saída do atacante. Tecnicamente, porém, ele já não era prioridade no início do ano, nem para a reserva. Por isso já queria voltar para o Chile e disputar a Libertadores. Mas recebeu a promessa de que seria inscrito para a fase de grupo, o que se cumpriu.

Aparentemente, Sassá voltou do período no ostracismo à frente do veterano, que chegou a admitir a pessoas próximas estar “melhor do que já esteve quatro ou cinco anos atrás”. No jogo-treino contra o Santa Cruz, na última sexta-feira, Canales não fez gol, enquanto o artilheiro do time no ano passado fez dois.

Além de Sassá, Jair Ventura conta com Roger, titular da equipe; Vinícius Tanque e Renan Gorne como centroavantes. Estes dois últimos devem brigar pela vaga aberta com a saída de Canales.

Fonte: Terra