O Botafogo já demonstrou que o setor ofensivo vai receber atenção especial nas contratações para 2017. Depois de contratar Roger, ex-Ponte Preta, e entrar em contato com Marinho, do Vitória, a diretoria alvinegra vai ter, ao término do Campeonato Brasileiro, mais um motivo para focar na busca por atacantes. Isso porque, Sassá, artilheiro do time na temporada, com 14 gols, está próximo de se transferir para o Lokomotiv Moscow, da Primeira Divisão da Rússia.

Embora os russos não tenham depositado o dinheiro ainda, fontes ligadas ao Glorioso garantiram à reportagem do Esporte Interativo que existe o acordo verbal e, para não tirar o foco do time, que briga por uma vaga na Libertadores de 2017, a diretoria alvinegra só vai se manifestar ao término do Brasileirão. Sassá tem contrato com o Botafogo até dezembro de 2017, e o clube que estiver interessado vai ter que desembolsar cerca de 7 milhões de euros.

Por outro lado, o empresário do atleta, em contato por telefone com a reportagem do Esporte Interativo garantiu não ter recebido propostas tanto do Botafogo quanto do Lokomotiv Moscow. Mesmo os russos pagando o valor da multa rescisória, o negócio só poderia ser fechado com aprovação de Sassá.

No Brasil, o São Paulo, a pedido de Ricardo Gomes, ex-treinador do Tricolor, se interessou por Sassá, mas queria envolver jogadores na negociação, o que não seduziu ao Botafogo, que está interessado em fazer receita com o atacante.

Sassá tem 22 anos e vive, em 2016, a melhor fase da sua carreira. Em 30 jogos, marcou 14 gols, sendo 12 no Campeonato Brasileiro. Em 2014, recém-promovido ao profissional, o atacante foi emprestado ao Náutico para adquirir experiência e maturidade.

Fonte: Esporte Interativo