Bota paga um mês de diretos de imagem em atraso

Compartilhe:

A diretoria do Botafogo conseguiu nesta sexta-feira diminuir parte de seu débito com o elenco. O clube pagou um mês de diretos de imagem que estavam em atraso. Agora, falta um mês de CLT, de imagem e todas as premiações até agora no ano (Taça Guanabara, Taça Rio, Carioca e passagens de fase na Copa do Brasil). Uma das causas da dificuldades financeiras do Bota é a interdição do Engenhão, que ficará cerca de 18 meses fechado para obras de reparo na cobertura.

A delegação alvinegra seguiu na noite desta sexta-feira para Campinas, onde, neste sábado, às 21h (de Brasília), enfrenta a Ponte Preta. Por causa dos atrasos de salários, os jogadores já se recusaram anteriormente a concentrar, como na estreia no Brasileiro, contra o Corinthians. Na ocasião, os atletas viajaram para São Paulo apenas no dia da partida.

Comentários