Para resolver o problema da falta de estádio durante a cessão do Maracanã e do Engenhão para os Jogos Olímpicos, o Botafogo mantém o projeto de uso do Caio Martins, em Niterói, para jogos de menor porte. Sem dinheiro, a reforma para abrigar com segurança e conforto 18 mil alvinegros deu lugar a uma mais em conta, para 6 mil torcedores. No Brasileiro, a diretoria negocia mandar os seus jogos em Juiz de Fora (MG).

— Nos jogos de maior porte, jogar em Juiz de Fora será uma alternativa. Mas iremos reativar o Caio Martins — garantiu o presidente.

Fonte: O Globo Online