Que noite… O Botafogo demorou a entrar no jogo, sofreu com a chamada “lei do ex” e acabou derrotado pelo então lanterna Avaí por 2 a 0 na noite desta segunda-feira, num cheio Estádio Nilton Santos, no desfecho da décima rodada, perdendo a oportunidade de assumir a terceira colocação do Campeonato Brasileiro. Com 15 pontos, o Glorioso ocupa a sétima posição, fora da zona de classificação para a Copa Libertadores da América.

Com um esquema ofensivo – Jair escalou Camilo e Montillo juntos -, o Botafogo entrou disperso e começou levando sufoco do Avaí. Logo com cinco minutos, o recém-dispensado Joel abriu o placar para os catarinenses. Dois minutos depois, Montillo voltou a sentir a panturrilha direita e foi substituído por Guilherme. O Botafogo lançou-se ao ataque e provou do próprio veneno: o contra-ataque. Novamente Joel, aos 16, fez 2 a 0.

Depois do segundo gol, o Botafogo passou a pressionar mais ainda o Avaí, mas na base do desespero e de muitos cruzamentos improdutivos. Mesmo assim, criou boas oportunidades, mas enfileirou chances perdidas. O goleiro Douglas fez uma defesaça em chute de Arnaldo, depois Capa quase fez contra e, por fim, o zagueiro Igor Rabello perdeu um gol feito, isolando a bola após uma cobrança de escanteio.

Rodrigo Pimpão do Botafogo em ação contra o Avaí (FOTO: Vitor Silva/SSPress/BFR)Rodrigo Pimpão sobe para cabecear: deu zebra no Nilton Santos (FOTO: Vitor Silva/SSPress/BFR)

No segundo tempo, o Botafogo continuou atacando e desperdiçando oportunidades de gol. Até Camilo furou um voleio que parecia que pegaria na veia… Rodrigo Lindoso chegou bem ao ataque duas vezes – uma chutou para fora, outra na defesa de Douglas. Depois, Leandro Silva quase fez contra, após furada de Roger. No fim, Douglas salvou duas vezes, de forma inacreditável. Definitivamente, não era a noite do Botafogo. Poderia haver um terceiro tempo que a bola não entraria…

Próximos jogos do Botafogo

Hora de virar a famosa chavinha… O Botafogo volta a campo na próxima quinta-feira para enfrentar o Atlético-MG, às 19h30, no Independência, pelo primeiro jogo das quartas de final da Copa do Brasil. Depois, o Glorioso visita o Corinthians, domingo, às 16h, em Itaquera, pelo Brasileirão. E, na sequência, na quinta-feira seguinte, tem Nacional-URU x Botafogo, em Montevidéu, pelas oitavas de final da Copa Libertadores.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 0 X 2 AVAÍ

Local: Estádio Nilton Santos
Data-Hora: 26/06/2017 – 20h
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Assistentes: Flavio Gomes Barroca (RN) e Vinicius Melo de Lima (RN)
Renda e público: R$ 353.360,00 / 20.396 pagantes / 22.819 presentes
Cartões amarelos: Igor Rabello (BOT); Douglas, Leandro Silva e Luan (AVA)
Cartões vermelhos:
Gols: Joel 5’/1ºT (0-1) e Joel 16’/1ºT (0-2)

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Arnaldo, Marcelo, Igor Rabello (Pachu 38’/2ºT) e Victor Luis; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, Camilo (Leandrinho 28’/2ºT) e Montillo (Guilherme 7’/1ºT); Rodrigo Pimpão e Roger – Técnico: Jair Ventura.

AVAÍ: Douglas; Leandro Silva, Airton, Betão e Capa; Luan, Judson (Simião 33’/2ºT), Juan (Diego Tavares 14’/2ºT) e Pedro Castro; Romulo e Joel (Júnior Dutra 28’/2ºT) – Técnico: Claudinei Oliveira.

Fonte: Redação FogãoNET