O Botafogo acertou nesta quarta-feira a rescisão de contrato com Régis. O lateral direito estava fora dos planos da diretoria e tem dinheiro a receber do Alvinegro em relação a salários atrasados da última temporada. O presidente Carlos Eduardo Pereira explicou a situação e disse que o técnico René Simões não contava com o jogador para a sequência do trabalho o que facilitou sua saída.

“Ele estava em general Severiano para acertar os detalhes finais desse acordo. Ele recebeu proposta para disputar o campeonato paulista e como ele estava fora dos planos decidimos liberar. Vamos pagar o que devemos a ele e deixar que ele siga sua vida normalmente”, disse o mandatário ao UOL Esporte.

Régis tinha contrato com o Botafogo até setembro, mas já não fazia parte dos planos da comissão técnica. Gilberto, que retornou de empréstimo do Internacional, será o titular da posição. Lucas Zen, que também joga na posição será o reserva imediato.

Ainda não está descartado a possibilidade de o Botafogo buscar um novo jogador no mercado, embora não tenha pressa. Gilberto terá seu teste de fogo. Se for bem, algum jogador chegará para compor elenco. Se for mal, alguém mais experiente poderá chegar.

O Botafogo volta a campo agora no sábado, quando enfrentará o Shandong Luneng, time da China treinado por Cuca, no Engenhão. Por conta de obras inacabadas no entorno, o amistoso será sem a presença da torcida. Oficialmente, o Alvinegro estreia no dia 31 contra o Boavista, pelo Campeonato Carioca. Pelo menso motivo, o duelo deverá ser transferido para São Januário.

Fonte: UOL