Os pouco mais de 2.700 torcedores que tiveram a boa vontade de ir ao Estádio Nilton Santos apoiar o Botafogo nesta quinta-feira contra o Resende deveriam receber o dinheiro de volta e ainda ganhar um prêmio. Com mais uma atuação deprimente, o Glorioso foi derrotado por 1 a 0, caiu para a lanterna do Grupo B da Taça Guanabara, com apenas um ponto em quatro jogos, e está eliminado com uma rodada de antecedência. Difícil imaginar cenário pior.

Sem Leo Valencia, João Paulo e Marcos Vinicius, o Botafogo continuou apresentando um futebol pobre e sem nenhuma criatividade. Diante de um adversário recuado, o Fogão teve apenas uma chance perigosa criada no primeiro tempo, aos 14 minutos: Luiz Fernando recebeu de Erik e chutou para boa defesa do goleiro Ranule. Mas quem esteve mais perto de abrir o placar foi o Resende, com um chute na forquilha de Arthur Faria, aos 35 minutos.

Zé Ricardo voltou para o segundo tempo com Gustavo Ferrareis no lugar de Alan Santos, mas o Botafogo seguiu criando muito pouco. O que aumentou foi a impaciência da torcida, pedindo reforços a todo momento. Apesar do jogo sonolento, o Glorioso conseguiu enfim assustar o Resende aos 24 minutos: Gilson cruzou forte e Kieza se antecipou de cabeça, obrigando Ranule a defender com os pés, numa bola muito difícil.

Só que, no lance seguinte, o Resende conseguiu o gol no contra-ataque que tanto esperava. Com quatro contra dois, os visitantes saíram rápido, Maxwell carregou da intermediária e soltou a bomba, sem chances para Gatito. Foi o estopim para a ira da torcida aumentar ainda mais: gritos de “time sem vergonha”, “Ah, Moreira Salles”, “Acabou o amor” e xingamentos direcionados para Marcinho, entre outros. Um início de ano preocupante, com duas competições importantíssimas batendo a porta.

Próximos jogos

Eliminado de forma precoce, o Botafogo se despede da Taça Guanabara neste domingo contra o Boavista, às 17h, no Estádio Elcyr Resende de Mendonça, em Saquarema. Depois, estreará em duas competições mata-mata seguidamente: quarta-feira recebe o Defensa y Justicia, às 21h30, no Estádio Nilton Santos, pela Copa Sul-Americana; e depois visita o Campinense, dia 13, pela Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 0 X 1 RESENDE

Estádio: Nilton Santos
Data/Hora: 31/01/2019 – 20h
Árbitro: João Batista de Arruda
Assistentes: Carlos Henrique Cardoso de Souza e Wallace Muller Barros Santos
Renda e público: R$ 43.407,00 / 2.358 pagantes / 2.738 presentes
Cartões amarelos: Valdeci (RES)
Cartões vermelhos:
Gols: Maxwell 25’/2ºT (0-1)

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Marcinho, Marcelo Benevenuto, Gabriel e Gilson; Jean (Wenderson 15’/2ºT), Alan Santos (Gustavo Ferrareis – Intervalo) e Alex Santana (Leandro Carvalho 28’/2ºT); Luiz Fernando, Erik e Kieza – Técnico: Zé Ricardo.

RESENDE: Ranule; Filipi Sousa, Rhayne, Lucão e Jeanderson; Joseph, Vitinho, Léo Silva, Davi Ceará (Valdeci 17’/2ºT) e Arthur Faria (Zambi 30’/2ºT); Maxwell (Dieguinho 36’/2ºT) – Técnico: Edson Souza.

Fonte: Redação FogãoNET