Com uma média de público de 5.934 pessoas por jogo em 2018, o Botafogo começa a viver um fim de semana de proximidade com a torcida, como ainda não havia acontecido neste ano. A começar por hoje, quando o público poderá comparecer ao último treino do Botafogo antes da decisão de amanhã. Os portões para assistir a atividades deverão ser abertos um pouco antes das16h, no Estádio Nilton Santos.

Além do treino com presença de torcedores, algo que ainda não havia acontecido neste ano, a torcida alvinegra também vai comparecer em peso amanhã, no Maracanã. Neste sábado, o dia começou com apenas 2.900 ingressos sobrando para o setor norte, destinado aos alvinegros. O setor Sul, do Vasco, já está esgotado, e os dois mistos, leste e Maracanã Mais, também.

— Vai ser muito bom ter esse contato mais perto com os torcedores no treino e no jogo. A grande procura por ingressos me deixou muito feliz, tenho certeza que vai ser muito legal. O futebol carioca está precisando disso, de estádios cheios. Se o campeonato começou com médias baixas, vamos terminar com um público do tamanho dos dois clubes — comemorou Alberto Valentim.

Ontem, os torcedores alvinegros que estiveram em General Severiano e no Estádio Nilton Santos para comprar ingresso encontraram um clima tranquilo e conseguiram as entradas em poucos minutos. Cenário bem diferente do de quinta-feira, quando alguns botafoguenses chegaram a esperar por seis horas para poder chegar até a bilheteria.

Com a torcida presente, Valentim demonstra confiança para a final e vê muito equilíbrio no confronto, mesmo com a vantagem de um gol a favor do Vasco.

— Não tem favorito. Os três jogos entre as equipes foram parelhos. Independente da vantagem do Vasco, não vamos mudar nossa identidade — encerrou.

Um capitão gringo e que deu a volta por cima na final

Se ainda não revelou quem será o substituto de Rodrigo Lindoso amanhã, contra o Vasco, no segundo jogo da decisão do Estadual, o técnico Alberto Valentim já definiu quem vai herdar a braçadeira de capitão do volante, suspenso por cartão amarelo. Será o zagueiro Joel Carli.

A braçadeira não chega a ser uma novidade para Carli. O argentino foi capitão durante grande parte da temporada passada e é um dos líderes do grupo. Mais uma vez, ele fará dupla de zaga com Igor Rabello, combinação que vem dando certo nos últimos jogos.

No meio de campo, segue a dúvida sobre o substituto de Lindoso, Valentim não vai revelar o escolhido até a véspera do confronto.

— Ainda estou vendo um pouco do que representa essa ausência do Lindoso, pode ser que ajude a fortalecer outros jogadores. Estou muito tranquilo com a minha escolha. Estou sempre pensando no no conjunto. Tenho quatro opções, mas não vou falar. Preciso pensar no Botafogo. Qual peça vai deixar o time mais forte. A ideia precisa dar certo no domingo — analisou Valentim.

Quem sai na frente na briga é o jovem Matheus Fernandes, que não joga desde o sábado de Carnaval, há quase dois meses, mas está em condições de jogo e tem status de titular. Gustavo Bocheca também é da posição, mas ainda não esteve em campo em 2018.

Fonte: Extra Online