A tática do famoso “bicho” tem dado certo no Botafogo. A diretoria está utilizando o que recebe da Conmebol para pagar as premiações aos jogadores. O acordo foi de separar a metade da cota da Confederação Sul-Americana para distribuir as bonificações por metas aos atletas.

Segundo o site Globoesporte.com, deste dinheiro recebido pela Conmebol é descontado os gastos com viagens e hospedagens em jogos como visitante – algo que varia entre R$ 200 mil e R$ 400 mil.

Nas fases preliminares, por exemplo, o Botafogo recebeu US$ 400 mil por cada jogo fora, o que totaliza R$ 2,4 milhões. Estima-se, assim, que os jogadores tenham repartido um prêmio de cerca de R$ 1 milhão.

Para a fase de grupos, a quantia que o Botafogo recebe é mais alta: US$ 600 mil por cada compromisso como visitante, cerca de R$ 5,5 milhões. O que está sendo discutido agora é como será a premiação aos jogadores: por jogo, por pontuação casada (ex: mínimo de quatro pontos a cada duas rodadas) ou só no fim, se for para as oitavas de final.

Fonte: Globoesporte.com