O início parecia animador, mas depois a realidade veio à tona. Com um segundo tempo bem abaixo, o Botafogo ficou apenas no empate em 1 a 1 com o Vasco no clássico desta terça-feira, no Estádio Nilton Santos, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro, e não conseguiu se afastar da zona de rebaixamento. O Glorioso está em 12º, com 34 pontos, quatro à frente do Ceará, primeiro no Z-4, próximo adversário e que tem um jogo a menos.

O Botafogo começou melhor o clássico, mais organizado e aproveitando os espaços deixados pelo Vasco. E conseguiu sair na frente aos 16 minutos, numa belíssima jogada. Rodrigo Lindoso lançou da direita, Kieza ajeitou de peito e Luiz Fernando pegou bonito, de primeira, acertando o cantinho do goleiro Fernando Miguel: 1 a 0.

A equipe alvinegra seguiu controlando bem o jogo. Saulo só teve que trabalhar num desvio de cabeça de Marcinho, contra. O Botafogo quase fez o segundo aos 30 minutos: Luiz Fernando foi rolar para a área, a bola desviou em Luíz Gustavo e acertou o travessão. Mas o Vasco conseguiu o empate numa falha da defesa. Carli errou o corte após chute de Willian Maranhão, Maxi López dominou e deixou tudo igual, aos 35.

O segundo tempo começou com um pênalti escandaloso de Ramon em Kieza, ignorado pelo sempre polêmico árbitro Ricardo Marques Ribeiro. Mas depois disso foi uma partida sonolenta, muito brigada, mas sem chances de gol. Apenas no final o Botafogo ensaiou uma pressão maior. Aos 39, Marcinho obrigou Fernando Miguel a fazer boa defesa. E, nos acréscimos, mais um lance discutível: Yago Pikachu botou o cotovelo na bola dentro da área, mas o árbitro fez vista grossa.

PRÓXIMOS JOGOS

Faltando agora dez rodadas para o término do Brasileirão, única competição que sobrou, o Botafogo volta a campo na próxima segunda-feira para visitar o Ceará, que vem reagindo na competição sob o comando do técnico Lisca, às 20h, no Castelão. A próxima partida no Estádio Nilton Santos é na rodada seguinte, dia 20, às 16h, contra o Bahia.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 1 X 1 VASCO

Estádio: Nilton Santos
Data-Hora: 9/10/2018 – 21h
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa/MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa/MG) e Sidmar dos Santos Meurer (MG)
Renda e público:  R$ 179.210,00 / 9.357 pagantes / 10.059 presentes
Cartões amarelos: Marcinho, Rodrigo Lindoso e Carli (BOT); Willian Maranhão e Luíz Gustavo (VAS)
Cartões vermelhos:
Gols: Luiz Fernando 16’/1ºT (1-0), Maxi López 35’/1ºT (1-1)

BOTAFOGO: Saulo; Marcinho, Carli, Igor Rabello e Moisés; Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes e Gustavo Bochecha (João Pedro 17’/2ºT); Luiz Fernando, Erik (Rodrigo Pimpão 24’/2ºT) e Kieza (Brenner 32’/2ºT) – Técnico: Zé Ricardo.

VASCO: Fernando Miguel; Yago Pikachu, Luíz Gustavo, Henríquez e Ramon (Marrony 24’/2ºT); Willian Maranhão (Bruno Cosendey 41’/2ºT), Andrey e Fabrício (Giovanni Augusto 12’/2ºT); Henrique, Andrés Ríos e Maxi López – Técnico: Alberto Valentim.

Fonte: Redação FogãoNET