Bruno Rangel deve seguir na Chapecoense em 2015 apesar do assédio do Botafogo. O presidente da Chapecoense, Sandro Pallaoro, disse que só libera o atleta perante o pagamento em dinheiro de R$ 1 milhão, em virtude da multa rescisória, já que o jogador tem contrato com o clube até 2015.

A direção quer contar com o atleta para 2015 e acha difícil o clube carioca bancar o valor, pela crise financeira por que vem passando.

O empresário de Rangel, Anderson Nasralla, confirmou na segunda-feira, ao Diário Catarinense, a negociação com os cariocas. Mas apostava numa liberação do jogador pela Chapecoense.

Só que o próprio jogador deu uma declaração no Jornal do Almoço da RBS TV Chapecó desta terça-feira, afirmando que pretende continuar no clube.

– Existe sim uma proposta do Botafogo, mas eu tenho contrato com a Chapecoense até o final de 2015 e estou focado par fazer uma boa temporada na Chapecoense. Segunda-feira estarei em Chapecó para me apresentar ao clube, com os outros jogadores. Para que a gente possa fazer um grande ano pela Chapecoense – afirmou Rangel.

Fonte: Diário Catarinense