Em jogo movimentado, neste domingo, no Mineirão, o Botafogo até mostrou organização, mas não resistiu a superioridade do Cruzeiro e acabou derrotado por 1 a 0, gol de Dedé.

Na próxima rodada, o Botafogo terá um clássico contra o Fluminense, segunda-feira, no Nilton Santos. Já o Cruzeiro recebe o Sport, no domingo, no Mineirão.

INÍCIO CORRIDO
Os primeiros minutos do jogo mostraram as duas equipes buscando a vitória. Tanto o Cruzeiro, mandante do jogo, quanto o Botafogo, tomaram iniciativa de buscar o gol. Até os 10 minutos, cada equipe teve pelo menos uma chance de gol. O Glorioso conseguia criar mais pressionando a saída de bola, enquanto a Raposa chegava explorando a velocidade de seus homens de ataque.

Aos 19, o Botafogo quase abriu o placar na bola parada. Léo Valencia cobrou falta com muito veneno e quase surpreendeu Fábio, mas a bola beliscou o travessão.

CRUZEIRO PRESSIONA
A partir dos 25 minutos, o Botafogo acabou sofrendo com as boas chegadas do Cruzeiro. A velocidade do quarteto Thiago Neves, Rafinha, Arrascaeta e Sassá deu muito trabalho para a zaga alvinegra. No entanto, ela conseguiu suportar. Foram chegada com chutes de fora da aréa, bola parada, linha de fundo, mas nenhuma muito efetiva.

DEDÉ DECIDE
O segundo tempo foi ainda mais movimentado que o primeiro. As equipes seguiram buscando a vitória e as chances foram aparecendo. O Cruzeiro criou mais oportunidades claras, principalmente após a entrada de Raniel, enquanto o Botafogo tentava encaixar um contra-ataque. Se pelo chão estava difícil, a Raposa tentou pelo alto. Aos 26, Arrascaeta cobrou escanteio na pequena área e Dedé subiu mais que todo mundo para abrir o placar.

SÓ ADMINISTROU
Com a vantagem no placar, Mano Menezes fechou o meio com Bruno Silva e Robinho, que entraram nos lugares de Rafinha e Thiago Neves. No fim, Kieza ainda teve a chance do jogo, mas Fábio fez grande defesa e salvou o Cruzeiro.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 1 X 0 BOTAFOGO

Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Data-Hora: 6/5/2018 – 16h
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)
Auxiliares: Rogério Pablos Zanardo (SP) e Daniel Luis Marques (SP)
Público/renda:
Cartões amarelos: Rodrigo Lindoso, Gilson, Matheus Fernandes, Luiz Fernando (BOT); Henrique (CRU)
Cartões vermelhos: –
Gol: Dedé (26’/2ºT)

CRUZEIRO: Fábio, Lucas Romero, Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Lucas Silva, Rafinha (Bruno Silva – 33’/2ºT), Thiago Neves (Robinho – 29’/2ºT) e De Arrascaeta; Sassá (Raniel – 17’/2ºT) – Técnico: Mano Menezes

BOTAFOGO: Jefferson, Marcinho, Carli, Igor Rabello e Gilson; Rodrigo Lindoso (Kieza – 31’/2ºT), Matheus Fernandes e Renatinho; Léo Valencia (João Pedro – 21’/2ºT), Rodrigo Pimpão (Luiz Fernando – Intervalo) e Brenner – Técnico: Alberto Valentim

Fonte: Terra