A sala de imprensa voltou a ser o local das entrevistas do Botafogo. Exatamente dois meses depois da decisão dos jogadores em não realizar mais coletivas no local, Joel Carli anunciou, nesta terça-feira, no Estádio Nilton Santos, que os atletas voltarão a falar no lugar usual das entrevistas e que o momento vivido pelo Alvinegro é de união.

– Voltamos às coletivas aqui (sala de imprensa). Agrademos a compreensão de vocês (imprensa). Voltamos à normalidade para unir forças e dar o melhor pelo Botafogo. Por enquanto não foi acertado (salário), tem uma conversa rolando, vamos esperar o que vai acontecer. A decisão foi mesmo para unir forças e não nos preocuparmos com coisas extracampo – afirmou.

Em menos de 24 horas, o Botafogo passou por mudanças internamente. Saíram Ricardo Wagner, presidente do Conselho Fiscal, e Gustavo Noronha, vice-presidente de futebol, do quadro de Conselho Diretor. O argentino afirmou que os jogadores precisam superar estes fatores e focar no campo.- Sabemos que o momento não é fácil, é delicado. Estamos conscientes que dependemos da gente, estamos empenhados em fazer nosso melhor, continuar trabalhando firme, agora temos um jogo importante com o Flamengo, com nossa torcida, vamos entrar concentrados – garantiu.

Na 14ª posição no Campeonato Brasileiro a dois pontos do Fluminense, primeiro time na zona de rebaixamento, o Botafogo terá uma missão difícil pela frente. O Glorioso vai enfrentar o Flamengo, líder da competição, na próxima quinta-feira, às 20h, no Nilton Santos.

– O Flamengo passa por um momento ótimo, não só no ataque. Tem jogadores com muita qualidade, temos que entrar concentrados. Temos muito para trabalhar, é um jogo que exige concentração, e queremos fazer uma grande partida – analisou.

Fonte: Terra