A torcida do Botafogo deixou o Engenhão aliviada com a vitória por 2 a 1 diante do Macaé, com um gol aos 52 minutos do segundo tempo, que manteve as chances da equipe de se classificar para as semifinais da Taça Guanabara. Mas a partida no Engenhão também ficou marcada pelo drama vivido pelo jovem volante Gustavo Bochecha. A primeira chance que teve de ser titular do time principal do Alvinegro durou apenas 11 minutos. O jogador lesionou o joelho direito ao dar um pique para marcar um adversário perto da área adversária.

Após atendimento médico, o jovem de apenas 20 anos ainda tentou voltar ao jogo, mas deixou o gramado chorando e continuou aos prantos no banco de reservas, sendo consolado por companheiros de time. E, sem conseguiu colocar a perna direita no chão, voltou para assistir ao segundo tempo da partida usando muletas.

O jogador foi examinado no estádio e foi identificada uma torção forte no joelho. O atleta será submetido a novos exames para definir a gravidade da lesão.

– A dor é muito grande. Eu esperava muito por essa oportunidade e infelizmente acabei me lesionando em um lance sozinho. Agora é torcer para não dar nada para, se Deus quiser, estar de volta. Quando eu fui marcar, já senti o meu joelho estalando. Tentei voltar porque acho que era a oportunidade da minha vida, o meu primeiro jogo como profissional. Mas agora é cuidar para voltar logo – afirmou em entrevista ao SporTV.

Fonte: Sportv.com