O desembargador Gilberto Clovis decidiu derrubar a liminar que obrigava Flamengo e Fluminense a jogarem com torcida única na final da Taça Guanabara.

Em decisão na tarde desta sexta-feira, no Tribunal de Justiça, ficou decidido que a partida terá torcida dividida. Os clubes já preparam a venda para as duas torcidas.

Com isso, os clubes deixam de fazer valer a decisão já aprovada pelo Tribunal de Justiça Desportiva, de atuar com portões fechados.

Flamengo e Fluminense se acertaram e entraram ontem com um recurso para derrubada da liminar. O desembargador André Ribeiro se declarou impedido por ser sócio do Flamengo, e um sorteio destinou o recurso para análise de outro desembargador.

A decisão vale para a final da Taça Guanabara. Já a torcida única nos outros clássicos ainda será analisada no recurso movido pelos clubes, pela Federação do Estado do Rio e pela Procuradoria Geral do Estado.

Fonte: Extra Online