Não é novidade para ninguém que o Botafogo corre para anunciar um centroavante. Em negociações com o São Paulo por Diego Souza, o Alvinegro não deixa Maxwell, do Resende, escapar de seu radar.

Nos últimos dias, conforme o LANCE! apurou, o Botafogo ofereceu um contrato de empréstimo ao estafe do atacante, que pertence ao Comercial de Viçosa, de Alagoas, e está cedido ao Resende até o fim do Carioca. E, à nossa reportagem, o atacante confirmou que o interesse de vestir a camisa gloriosa é grande.

– Existe o interesse de ambas as partes, mas, sobre negociações, eu procuro deixar para os meus empresários, pois estou preocupado em jogar futebol no momento. Deixo, primeiramente, nas mãos de Deus e dos meus empresários o fator extracampo – disse Maxwell, em contato ao L!.

– Eu enxergo com muito bons olhos e vejo (a ida para o Botafogo) como uma oportunidade para alavancar de vez a minha carreira. (A negociação) Não está me prejudicando em nada, muito pelo contrário, isso me motiva ainda mais pois eu penso em dar meu melhor aqui no Resende até o término do contrato (fim do Estadual) e chegar lá (no Botafogo), caso o negócio se concretize, ou em outro lugar com a mesma pegada em que estou aqui – emendou.

Conforme sublinhado pelo próprio Maxwell, o Botafogo tem concorrência nessa negociação. O atleta de 24 anos recebeu duas propostas em definitivo, uma de um clube do Brasil e outra de uma equipe do exterior (não reveladas). A valorização se dá muito pela ótima fase no Carioca, onde divide a artilharia com João Carlos (Volta Redonda), após sete gols marcados.

– O Resende está brigando por coisas grandes e eu também estou brigando pela artilharia, então estou focado aqui e acho que antes do término do Carioca não ocorrerá (a transferência). Como o meu empresário já falou, existem outros clubes interessados, tanto aqui como de fora do país. Porém, como falei antes, deixo para eles resolverem e peço pra que eles me privem sobre propostas e sondagens para que eu possa desempenhar bem o meu papel dentro de campo e que nada possa atrapalhar – concluiu.

ESCASSEZ NO ATAQUE

A busca por um atacante é uma das prioridades para o Botafogo antes do início do Campeonato Brasileiro. Após a saída de Rodrigo Aguirre para a LDU-EQU, o elenco alvinegro possui apenas Kieza e Igor Cássio, criado nas categorias de base e ainda sem estrear, para a posição.

Fonte: Terra