A grande expectativa do Botafogo é sobre a criação da SPE (Sociedade com Propósito Específico) que vai gerir o futebol e injetar cerca de R$ 300 milhões iniciais para pagamento de dívidas de curto prazo. O projeto, contratado pelos irmãos Moreira Salles, foi apresentado ao clube pela Ernst & Young na última sexta-feira.

O presidente do Botafogo, Nelson Mufarrej, falou pela primeira vez sobre o assunto. Ele disse ter certeza que os irmãos Moreira Salles farão parte como investidores, não se opôs a um possível afastamento da presidência do futebol do clube e já falou em craques para o ano que vem.

‘Esse jogo vai virar, eu quero ser o vencedor!’
⬇ Não perca Atlético-MG x Botafogo! ⬇
Garanta a partida abaixo AO VIVO e DE GRAÇAComo assistir Atlético-MG x Botafogo ao vivo pela Copa Sul-Americana

Leia abaixo os principais trechos sobre o assunto em entrevista de Mufarrej à Rádio Brasil:

– Sobre o projeto

“Na sexta tivemos essa reunião com a empresa de auditoria, nos colocou todo o projeto, de forma sem detalhes, que virão com o tempo. Queriam saber se o Botafogo estava de acordo. Estamos, obviamente. Está se fazendo uma carta concordando com o projeto, aí virão as etapas a aerem cumpridas, até mesmo o Conselho Delibearivo, para adequação do estatuto. O tempo é curto, queremos implantar a partir de janeiro de 2020. Será formado por um grupo de investidores. É o que temos, vamos detalhar todo o projeto em si.”

– Entrada dos irmãos Moreia Salles

“É um grupo de investidores, no qual eles podem participar. O valor inicial será aproximadamente R$ 300 milhões, pode ser mais ou menos. Tenho certeza absoluta que vão participar, mas junto com outros investidores.”

– Presidente fora do futebol?

“Em princípio é isso. Não sei se vou ficar de fora, tenho mandato até 2020. Mas se for isso para resolver o Botafogo, vou ficar nos esportes olímpicos e na parte social. Vamos ceder o futebol por 30 anos para que possam solucionar esse problema todo. É inédito. O Botafogo vai ser o primeiro clube a fazer esse modelo, outros clubes já estão pensando e devem vir atrás. Tem que ter bom senso. Nós todos somos botafoguenses, queremos ver o Botafogo ganhando todos os títulos, temos que deixar a vaidade de lado. O que for para o bem do Botafogo, será feito da minha parte sem a menor vaidade.”

– Alívio com o projeto?

“Alívio não, estamos preocupados até dezembro. Mas é estudo sério, projeto muito bom, vai se ver o Botafogo de uma outra maneira. Isso é muito importante. Por isso concordamos e aprovamos o projeto.”

– Craques em 2020

“O Botafogo vem trabalhando, com grupo que vem ajudando, pesquisando nomes que realmente possam agregar mais ao time. Não digo imediatamente, mas quando houver a empresa, assumir o futebol, vai ter que equalizar várias coisas. De repente vai ter a oportunidade de trazer um, dois ou três craques. Quer dizer, craques já temos no elenco, falo de jogadores de maior expressão. Tenho certeza que o Botafogo vai ter muitas alegrias e mudar de página.”

Fonte: Redação FogãoNET