Nelson Mufarrej foi eleito o novo presidente do Botafogo. O mandato vai até o fim de 2020. A eleição foi realizada neste sábado, em General Severiano. Ele derrotou a chapa formada por Marcelo Guimarães e Mauro Sodré por 816 votos a 269 (24%). Foram 2 votos em branco e outros 13 nulos, num total de 1.100.

Antes mesmo de a apuração das quatro urnas terminar, a vitória já estava garantida. Na primeira, Mufarrej venceu por 85 a 32. Na segunda, a vitória foi de 254 a 99. Na terceira, 285 a 79.

Vice de CEP hoje, Mufarrej é o novo presidente do Botafogo (FOTO: Vitor Silva/SSPress)

A oposição teve mais de 20% dos votos. Poderá, portanto, indicar 14 membros do corpo transitório do Conselho Deliberativo. O corpo, portanto, terá 154 membros – 140 da situação e 14 da oposição.

Mufarrej inverterá seu cargo com o do atual presidente, Carlos Eduardo Pereira. Hoje, CEP é presidente e Nelson, vice; a partir de 1º de janeiro, Mufarrej assume o cargo principal e Pereira passa à vice-presidência. Ao contrário da eleição anterior, a posse da chapa vencedora não é imediata e haverá um período de transição.

A candidatura vencedora de Mufarrej/Pereira teve como seu principal pilar a continuidade – seja ela no futebol, nas diretorias, na política para esportes olímpicos ou na estratégia para reduzir as dívidas. ¬ Já Guimarães e Sodré pregavam uma mudança na forma de administrar o clube – ele queria uma profissionalização das atividades-meio e um CEO, escolhido via headhunter, que respondesse direto ao presidente.

Esta foi a última eleição no Alvinegro antes da entrada em vigor de um novo estatuto que dará direito de voto aos sócios-torcedores adimplentes e aumentará o mandato de três para quatro anos. A próxima votação para presidente ocorrerá no final de 2020.

A votação deste sábado ocorreu sem maiores problemas no Ginásio Oscar Zelaya, que fica na sede social do clube, em General Severiano, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Os adversários permaneceram no mesmo ambiente e, em determinado momento, até posaram juntos para uma fotografia. Botafoguenses ilustres apareceram para votar, como os ex-presidentes Carlos Augusto Montenegro, José Luiz Rolim e Mauro Ney; o ídolo Amarildo; e figuras da política interna como Durcésio Mello, Vinícius Assumpção, Cacá Azeredo, Anderson Simões e outros.

Os candidatos permaneceram no clube desde a abertura das urnas, às 9h, até o encerramento, às 21h. Conversaram com os sócios e com membros das respectivas campanhas. A convivência no mesmo ambiente foi amistosa, e os dois chegaram a posar juntos para uma foto.

Fonte: Extra Online