O vice-presidente de futebol do Botafogo, Gustavo Noronha, participou do programa “Os Donos da Bola”, da Bandeirantes, nesta sexta-feira e falou sobre a situação financeira. O dirigente explicou que a mudança no fluxo de pagamentos dos direitos de televisão, sem garantia mínima, trouxe dificuldades aos clubes. E projetou o pagamento dos salários atrasados até o jogo contra o Cruzeiro, dia 14.

– É o objetivo. Há patrocínios sendo encaminhados, discussão com a TV sobre fluxo de pagamentos, sem garantia mínima precisamos estar em contato com o grande financiador do futebol. Tem que ser interessante para quem financia e para os clubes, ter um fluxo melhor desenhado. Esperamos sim, ou dessa forma ou com empréstimo ou adiantamento pagar – afirmou Gustavo Noronha.

O dirigente disse não ter sido surpreendido com o protesto dos jogadores, que cancelaram entrevistas e ações de marketing esta semana.

– Há uma conversa permanente, sempre lá conversando com os atletas. Em alguns momentos tivemos conversas parecidas, o nosso foco foi focar no desempenho. Houve contato. Se o foco vai para o lado financeiro, sai da parte esportiva. Tudo com grau de profissionalismo muito elevado, tom respeitoso e profissional. É focar na performance, nos treinos, não deixar esse externo atrapalhar. Senão o treino fica mais pesado – lembrou.

Os jogadores completam esta sexta-feira dois meses de salários, direitos de imagem e premiações atrasados.

Fonte: Redação FogãoNET e Os Donos da Bola (Bandeirantes)