O Botafogo pisou no freio e já não tem pressa de incluir na pauta do Tribunal Regional do Trabalho o recurso para a volta ao Ato Trabalhista. Notáveis alvinegros concluíram que é mais seguro que o julgamento ocorra após a troca de presidente. Acreditam que Mauricio Assumpção está queimado.

Fonte: Coluna da Marluci Martins - Extra