Nesta terça-feira (17/11), o presidente Carlos Eduardo Pereira voltou a falar com exclusividade no quadro “A voz do presidente”, no programa FOGO NA REDE da Rádio Botafogo Oficial. O mandatário alvinegro pediu desculpas aos torcedores botafoguenses pela derrota para o Santa Cruz, e criticou duramente o ex-volante Túlio, que de acordo com Carlos Eduardo, quer furar a fila do Ato Trabalhista.

DERROTA PARA O SANTA CRUZ

“Peço desculpas ao torcedor botafoguense que foi ao Estádio Nilton Santos no último sábado, e acompanhou a nossa derrota para o Santa Cruz. A decepção foi muito grande junto a todos nós, diretoria, comissão técnica e atletas. Todos nós sentimos não poder ter apresentado uma exibição que desse alegria e nos levasse a vitória. Mas posso garantir que em nenhum momento faltou empenho, entrega e dedicação dos nossos atletas. Futebol, infelizmente, tem esses dias que não acontecem como queremos e passamos por essas decepções”

TÍTULO DA SÉRIE B

“Tenho certeza que na sexta-feira, contra o ABC, em Brasília, o Botafogo vai reencontrar o seu melhor futebol e dará a vocês a grande alegria de gritar que somos campeões brasileiros da Série B”.

PLANEJAMENTO 2016

“Nós estamos a duas partidas do término da Série B de 2015, a equipe foi montada para jogar a Série B, como poderemos projetar o desempenho do Botafogo na Série A de 2016? São puras especulações, de pessoas que querem mais uma vez criticar o Botafogo, dizer que não está preparado, desacreditar o nosso trabalho mais uma vez, e não podemos permitir isso. Acho que essa diretoria já deu demonstração que trabalha com pés no chão, e muita dedicação e seriedade. Assim que terminarmos o campeonato de 2015, imediatamente começaremos o trabalho de 2016. Não que a parte teórica não tenha começado, pois já começou. Mas a parte prática só vai começar ao término da Série B, portanto, tenhamos confiança que 2016 será mais um passo adiante em busca da completa recuperação do Botafogo”.

EX-VOLANTE TÚLIO

“Foi divulgado essa semana que uma juíza autorizou o bloqueio de bens pessoais meus, do vice-presidente geral e do representante do Conselho Deliberativo do Botafogo e gostaria de fazer um esclarecimento. O Botafogo, desde que assumimos, voltou ao ato trabalhista e pagou nos três primeiros meses do ano 750 mil reais de ações trabalhistas em atraso por mês, e vem pagando a partir de então, 1,2 milhão rigorosamente em dia. Essa é a grande contratação que o Botafogo não pôde fazer. Todos os nossos credores são alinhados nessa fila e recebem esses pagamentos. Ocorre que alguns não se contentam com isso, querem furar a fila e querem privilégios. Querem com seus advogados receber rapidamente, e nãos e importam se o ato trabalhista é ou não uma solução essencial para a sobrevivência do Botafogo. Entre esses, é importante mostrar a vocês que alguns que posam de ídolos, que reiteram da boca para fora que tem respeito pelo Botafogo, como é o caso do ex-atleta Túlio Guerreiro, e seu advogado torcedor do nosso eterno rival, que estão movendo essa ação. Esse Túlio, que não é o centroavante artilheiro, mas o chorão, que protagonizou uma das páginas mais vergonhosas da história do Botafogo, quer furar a fila. Mostra-se inconformado com a sua posição de receber como todo ex-funcionário normal do Botafogo e quer privilégios. E para isso contratou um advogado que persegue o Botafogo de forma implacável. Mas isso só nos dá força. Força para seguir adiante e enfrentar essas ameaças, e principalmente, contamos com o apoio e confiança de vocês, torcedores do Botafogo. Vamos em frente, vamos ao título essa semana, e vamos derrotar aqueles que querem acabar com o Botafogo”.

Fonte: Rádio Botafogo Oficial