Rafael Marques não se abala com vaias: ‘São só meia dúzia’

Compartilhe:

Mais sereno, o atacante Rafael Marques comentou nesta quinta-feira o fato de ter se revoltado com um grupo de torcedores que o hostilizavam antes de marcar o gol que deu a vitória ao Botafogo por 1 a 0 sobre o Figueirense, quarta-feira, em Volta Redonda. Na comemoração, ele mostrou toda sua insatisfação. 

Rafael Marques preferiu minimizar o ocorrido, disse que foram apenas “meia dúzia” e lembrou que já passou por situação muito mais complicada dentro do Botafogo do que atualmente. O atacante é o vice-artilheiro do time no ano com nove gols, fica apenas atrás de Lodeiro, que tem dez.

– Encaro da mesma forma, trabalhando. Tenho a confiança do treinador e dos jogadores, e é assim que vai ser até o fim. Sabemos que a cobrança vai ser sempre grande. Já vivi isso aqui, mas agora não passa nem perto. São meia dúzia de torcedores só. Nem fico olhando olhando, só escuto. É bem perto do alambrado. Estou motivado, em uma fase boa, fazendo gols. Depois do gol a torcida até cantou a minha música.

Rafael Marques coletiva Botafogo (Foto: Fred Huber)
Rafael Marques afirmou em coletiva que as vaias não o atrapalham (Foto: Fred Huber)

Depois de bradar contra o tal grupo de torcedores, Rafael Marques celebrou seu gol da maneira que costuma fazer, cercado dos companheiros e indo em direção ao técnico Oswaldo de Oliveira, que desde sua chegada ao clube foi seu principal incentivador.

– Toda comemoração eu sempre olho para o Oswaldo. Não mudou nada. Não vão ser estas pessoas que vão mudar isso.

Além de Rafael Marques, alguns torcedores também pegaram no pé do meia Vitinho, que agora tem a responsabilidade de substituir Fellype Gabriel, que foi para os Emirados Árabes. O atacante deu apoio ao jovem companheiro.

– As vaias são normais. São coisas que podem até motivar. Ele é um grande jogador e não vai se desmotivar.

Sem muito tempo para descansar e treinar, o Botafogo enfrenta no próximo domingo, às 18h30m (de Brasília), o Fluminense. O clássico será na Arena Pernambuco.



Fonte: Globoesporte.com
Comentários