Receita joga duro e ameaça Botafogo, Vasco, Flu e Palmeiras

Compartilhe:

Descaso com a paixão nacional

A Receita decidiu jogar duro com os clubes de futebol brasileiros. Ela tem se negado a parcelar as dívidas dos clubes, que somam cerca de R$ 4 bilhões. As propostas de renegociação que a Receita apresenta não são sustentáveis pela realidade econômica do nosso futebol. Estão à beira de penhora e sequestro de bens o Fluminense, o Botafogo, o Vasco da Gama e o Palmeiras, entre outros.

A situação financeira dos clubes é caótica. Podemos chegar em 2014 com estádios de primeiro mundo, mas com os clubes fechando as portas

Francisco Dornelles
Senador (PP-RJ) e ex-ministro da Fazenda e ex-secretário da Receita

Fonte: Coluna Panorama Político - O Globo

Comentários