Torcida abraça Engenhão e ‘ataca’ Globo e prefeito

Compartilhe:

Muitos exageros, princípio de tumulto e falta de civilidade. Assim ficou marcado o abraço da torcida do Botafogo ao Engenhão, na tarde deste sábado. O ato de mobilização dos alvinegros, marcado pela internet, que seria para protestar contra o fechamento do estádio, serviu para alguns “torcedores” exaltados atacarem verbalmente profissionais da imprensa. Um deles, inclusive, chegou a quebrar o limpador de vidro traseiro do carro da TV Globo.

Durante os incidentes, nenhum carro de polícia estava no local, o que só ocorreu quase meia hora depois. Com isso, o veículo da emissora se retirou do local com os seus profissionais. Com a atitude destemperada dos manifestantes, os condutores do evento, sobre um caminhão de som, pediram a palavra e chamaram a atenção dos mais violentos.

O encontro dos alvinegros foi realizado no setor Leste do estádio. Às 15h, horário marcado para o começo das manifestações, os botafoguenses começaram a se aglomerar em bom número, quase todas vestidas com a camisa do clube. Com faixas e cartazes em punho, pediam ao prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, a reabertura do Engenhão, fechado há 74 dias. Todos estavam indignados com divulgação do laudo de sexta-feira, que anunciou que as obras para a recuperação da cobertura do estádio terão a duração de 18 meses. Entre muitos gritos e cantos, os torcedores prometeram se vingar do prefeito nas urnas:

– Eduardo Paes, o meu voto nunca mais.

 

Fonte: Lancenet!

Comentários