Em sua entrevista coletiva, Alberto Valentim não quis polemizar a discussão que teve com Léo Valência. O chileno não ficou satisfeito ao sair no segundo tempo, mas o comandante tratou o comportamento como algo normal dentro de uma decisão.

“Jogo muito bom para quem veio assistir no sentido de jogo jogado, aberto. A forma de tomar um gol nos acréscimos fica no vestiário um sabor mais triste, porque estávamos nos minutos finais (…) Da mesma forma que falei com Brenner, não vamos falar de polêmica. Precisamos nos unir mais ainda na derrota. Depois vamos procurar corrigir o que precisamos”.

“Jogador quer jogar, quer procurar ajudar e tem o nervosismo da final. Procurei fazer o melhor para o Botafogo com os jogadores que temos no banco”.

Por fim, o treinador pediu união para buscar a reação para o título, no próximo domingo (08): “Já tínhamos falado antes que tem o jogo de volta, 180 minutos, e temos que reagir rapidamente. Dá para recuperar fisicamente e emocionalmente. Vamos procurar trabalhar bem para corrigir erros e repetir coisas boas”.

“Não temos uma postura defensiva na casa do adversário, isso já facilita da forma que a gente joga. Não vamos mudar nossa forma”.

Fonte: Vavel