Enfim, a vitória fora de casa. O Botafogo conquistou na noite deste sábado seu primeiro triunfo como visitante no Campeonato Brasileiro ao derrotar o Vasco por 2 a 1, em São Januário. Kieza e Igor Rabello fizeram os gols do Glorioso, com Andrey descontando. Agora na primeira página na classificação, em décimo lugar, o Fogão terá pela frente o Ceará, quarta-feira, às 19h30, no Estádio Nilton Santos.

Com uma postura diferente, marcando forte e agrupado na frente, o Botafogo começou já em vantagem. Logo aos quatro minutos, Jean, ex-jogador do rival, ganhou na insistência no lado direito e cruzou para Kieza completar no meio da área, fazendo 1 a 0. O Vasco, que já entrou pressionado, ficou totalmente abatido em campo, não conseguindo sair da marcação do Glorioso, que fez um primeiro tempo impecável.

A única chegada perigosa do time da casa foi logo após o primeiro gol do Botafogo, em chute de Yago Pikachu que saiu à direita do goleiro Jefferson. O zagueiro Carli, de cabeça, quase fez o segundo, no 16º minuto. Soberano, o Fogão ampliou no jogo aéreo aos 35: Leo Valencia cobrou falta e Igor Rabello subiu e testou. Vaias da torcida vascaína, gritos de “silêncio no chiqueiro” do lado botafoguense.

Igor Rabello fez o segundo gol, de cabeça (FOTO: Vitor Silva/SSPress/BFR)Igor Rabello fez o segundo gol, de cabeça (FOTO: Vitor Silva/SSPress/BFR)

Mas, como sempre, nada é fácil para o Botafogo. O Vasco voltou para o segundo tempo melhor, com mais organização e mais vontade. Yago Pikachu começou assustando. E, num lance que parecia não dar em nada, o time da casa conseguiu diminuir. Andrey arriscou do meio da rua, a bola fez uma curva e o goleiro Jefferson não conseguiu evitar que o placar mudasse para 2 a 1.

O gol vascaíno reacendeu a torcida local, mas o Botafogo teve chances de fazer o terceiro. Aos 19 minutos, Marcelo Santos arriscou de longe e a bola passou perto, saindo por cima do gol. Sete minutos depois, Erazo saiu jogando errado e Kieza teve uma excelente oportunidade de fazer seu segundo gol, mas acabou parando na boa defesa do goleiro Fernando Miguel. Gol que poderia tranquilizar as coisas.

Com o andar do relógio, o Vasco foi se desorganizando e o Botafogo conseguiu neutralizar bem a partida nos minutos finais. O Fogão ainda teve mais uma chance de fazer o terceiro, mas Fernando Miguel defendeu o chute de Luiz Fernando aos 39. No final, pressão do time da casa, mas em vão: festa da torcida do Botafogo, que ficou num pequeno espaço e não deixou de cantar um segundo sequer.

FICHA TÉCNICA
VASCO 1 X 2 BOTAFOGO

Estádio: São Januário
Data/Hora: 02/06/2018 – 19h
Árbitro: Raphael Claus (Fifa/SP)
Assistentes: Alessandro Rocha de Matos (Fifa/BA) e Danilo Simon Manis (Fifa/SP)
Renda e público: R$ 236.400,00 / 8.592 pagantes / 9.454 presentes
Cartões amarelos: Luiz Gustavo e Wagner (VAS); Rodrigo Pimpão, Jean, Rodrigo Lindoso e Marcinho (BOT)
Cartões vermelhos:
Gols: Kieza 4’/1ºT (0-1), Igor Rabello 35’/1ºT (0-2), Andrey 7’/2ºT (1-2)

VASCO: Fernando Miguel; Luiz Gustavo, Erazo (Lucas Santos 35’/2ºT), Ricardo Graça e Fabrício (Ramon – Intervalo); Desábato, Andrey e Wagner; Yago Pikachu, Giovanni Augusto (Riascos 22’/2ºT) e Ríos – Técnico: Zé Ricardo.

BOTAFOGO: Jefferson; Marcinho, Carli, Igor Rabello e Moisés; Jean (Marcelo Santos 16’/2ºT), Rodrigo Lindoso, Marcos Vinicius (Rodrigo Pimpão 12’/1ºT) e Leo Valencia; Kieza e Aguirre (Luiz Fernando 24’/2ºT) – Técnico: Alberto Valentim.

Fonte: Redação FogãoNET