Os cenários de Vasco e Botafogo, inegavelmente, mudaram da final do Campeonato Carioca para cá. As equipes iniciaram o Brasileiro com irregularidade e estão com seus respectivos treinadores mais contestados do que aclamados. Mas neste sábado, a partir das 19h (de Brasília), os Alvinegros realizam um clássico válido pela nona rodada do Brasileirão e por um tira-teima curioso neste ano.

Até aqui, em quatro memoráveis jogos na temporada, Vasco e Botafogo somam duas vitórias cada. E há outra coincidência que marca o reencontro: ambos fizeram oito gols nos clássicos anteriores. Para o Glorioso, pesa a seu favor o fato de ter conquistado o Carioca justamente no triunfo mais relevante dos citados, nos pênaltis, após vitória suada no tempo normal.

No entanto, para Giovanni Augusto, ausência na finalíssima, a dificuldade do jogo desta noite está em pauta no vestiário, porém o discurso adotado é de favoritismo para o lado cruz-maltino, isso graças ao fator casa – este será o primeiro jogo entre os times em São Januário, neste ano.

– Sabemos da dificuldade que vai ser, mas vamos jogar em casa, então a responsabilidade é toda nossa e temos que assumir isso, e aproveitar para chamar o torcedor para comparecer, para nos apoiar para ficarmos mais fortes, e eu tenho certeza que em casa somos mais fortes – comentou Giovanni.

O Vasco terá muitos desfalques, assim como o Botafogo. E não é só com dificuldade para escalar o meio de campo que o técnico Alberto Valentim irá encontrar. Tentando repetir as boas atuações do Estadual, o time da Estrela Solitária ainda não venceu como visitante – já são quatro jogos, com três derrotas e um empate. E isso tem incomodado muito.

Pode ser que o meia Renatinho retorne para a partida desta tarde. Valentim, em entrevista coletiva, optou por se esquivar de perguntas a respeito da equipe que entrará em campo, mas pediu organização e a não repetição de “erros bobos”.

– Vamos para a quinta partida contra o Vasco, sabemos muitas coisas deles e vice-versa. Não serão os mesmos 11 dos últimos jogos, das duas partes, acredito. Muitas coisas tem como pegar, como padrão de jogo deles. Se tratando de jogo decisivo, em São Januário, precisamos de uma atuação e ter uma equipe muito organizada. Evitar erros bobos para conquistar os três pontos lá – salientou Valentim.

OS JOGOS ENTRE VASCO E BOTAFOGO EM 2018 

18/03 – Botafogo 2 x 3 Vasco – Nilton Santos – Taça Rio (fase de grupo)
21/03 – Vasco 2 x 3 Botafogo – Nilton Santos – Taça Rio (semifinal)
01/04 – Botafogo 2 x 3 Vasco – Nilton Santos – Carioca (1ª final)
08/04 – Vasco 0 (3) x (4) 1 Botafogo – Maracanã – Carioca (2ª final)

Fonte: Terra