O Palmeiras anunciou o seu novo diretor de futebol: Anderson Barros, que estava no Botafogo. O executivo chega para substituir Alexandre Mattos no Alviverde.

Anderson Barros foi liberado pelo presidente Nelson Muffarej, do Botafogo, para conversar com o clube paulista. O contrato do novo diretor vale por duas temporadas.

Assim que foi anunciado pelo Palmeiras no Twitter, a torcida do Botafogo comemorou a contratação do antigo executivo do Clube. Veja algumas reações dos torcedores:

Dos 25 anos de mercado, Barros acumula quatro temporadas de Botafogo em duas passagens: 2009-2012 e 2018-2019. Foi o clube pelo qual ficou mais tempo na função.

No Alvinegro, esteve presente nas conquistas do Carioca de 2010 e 2018, e nunca foi bem aceito pela torcida. As principais críticas dos botafoguenses ao trabalho do executivo tinham relação com o nível e a previsibilidade das contratações de Barros, sobretudo na segunda passagem.

Os torcedores afirmavam que as contratações do gerente limitavam-se a jogadores com os quais já havia trabalhado em clubes anteriores. Nesta temporada, Barros foi muito criticado pela contratação de Cícero — com alto salário, apesar de estar em final de carreira.

Fonte: Fogo na Rede