Quem for ao Estádio Nilton Santos nesta quinta-feira, às 19h15, e prestar atenção ao uniforme do adversário do Botafogo pode ter dúvidas se o jogo realmente é do Campeonato Carioca. Afinal, o que fazem as listras vermelha e azul, o tradicional escudo com o leão e o nome francês nas camisas do centenário time da região Sul Fluminense?

Não é ilusão de ótica nem se trata de um torneio internacional pouco divulgado. É o mesmo Resende, da camisa também alvinegra, que estará do outro lado esta noite. Agora com a parceria e a marca do Lyon junto ao escudo e as novas cores no uniforme número 1 do clube — o preto e branco era o principal até então.

Após aprovação do conselho do Resende, o novo estatuto do clube permitiu, ano passado, a mudança do escudo oficial. O antigo círculo que abraça a estrela e as iniciais RFC, em preto e branco, permanece. Agora aparece dentro de um escudo em formato de pentágono, que recebeu listras nas cores dos dois times e o nome do Lyon.

Tudo é parte de uma parceria tripla da qual o Resende, depois de um ano e meio de negociações, passou a fazer parte. No ano passado, a Pelé Academia, um centro de formação de jogadores, fechou negócio com os franceses. Precisava de um braço profissional para divulgar a marca do Lyon nas competições oficiais.

— Foi uma maneira de homenagear o clube francês e também faz parte da internacionalização da marca deles. Fizemos a camisa comemorativa com as cores do Lyon, que se tornou o uniforme principal da temporada — afirma o diretor de marketing da Pelé Academia, Marcelo Montenegro.

Os dirigentes afirmam que a torcida aprovou a mudança e está orgulhosa de ver o nome da cidade associado ao clube francês. A ideia é trocar experiências e jogadores da base e usar a metodologia do Lyon. Dois jovens do time sub-20, que pela primeira vez jogou a Copa São Paulo Futebol Júnior, foram fazer testes no Lyon.

O resultado será a longo prazo. A expectativa é que a equipe sub-15 seja o futuro do Resende e um celeiro de promessas para o time francês, que terá prioridade nas transferências.

Enquanto isso, o time principal tem de fazer sua parte para melhorar a própria imagem. O Resende tem apenas dois pontos no grupo B da Taça Guanabara. Ainda não venceu na competição e está em quinto lugar na chave — foram dois empates e uma derrota.

O Botafogo não está em situação tão melhor. Somou os primeiros três pontos na última rodada. Está em quarto lugar no Grupo A.

Fonte: Extra Online