Na manhã seguinte à divulgação de uma denúncia por lesão corporal à ex-namorada, o zagueiro Marcelo treinou apenas na academia do Engenhão. O jogador não foi a campo e não foi visto pela imprensa. Revelação do Alvinegro nesta temporada, ele foi denunciado à Polícia Civil porque teria disferido socos, tapas e pontapés, segundo um documento divulgado pelo “Jornal do ES”.

O jogador ainda se recupera de uma lesão na coxa direita. Seu companheiro de zaga, Emerson Silva, afirmou em entrevista coletiva que a questão diz respeito à vida pessoal do jogador e não quis entrar em detalhes.

– O Marcelo está aqui, nós conversamos com ele, mas essa é uma questão pessoal, eu não posso vir aqui falar sobre a vida dele. Isso precisa ser investigado, e nós torcemos para que não seja nada sério. É uma situação difícil, mas com toda certeza já está sendo resolvido – afirmou ele.

Em contato com o EXTRA, o empresário do jogador afirmou que ele não tem nada a dizer por enquanto. O Boletim de Ocorrência foi feito no último domingo, dia 2, na 10ª DP do Rio de Janeiro, em Botafogo.

A vítima fez a denúncia a policiais próximos ao shopping Rio Sul, em Botafogo. Ela abordou uma viatura que patrulhava o local dizendo que fora agredida e que o zagueiro não estava mais lá. A polícia foi até as dependências do clube, onde ele reside, mas não o encontrou.

Fonte: Extra Online