O São Paulo vai oficializar a contratação do goleiro Sidão nesta segunda-feira, quando o jogador assinará o contrato de dois anos para defender o clube. O documento só não foi regularizado antes porque o presidente Carlos Augusto Barros e Silva, o Leco, iria fazer nesta sexta uma revisão do texto do contrato.

Apesar disso, Sidão já fala como jogador do São Paulo e não vê a hora de se apresentar para um novo desafio em sua carreira. Há um ano, ele era reserva no Audax. Disputou o Campeonato Paulista e teve a chance de jogar quando o titular Felipe Alves se machucou. Mostrou serviço, ajudou o time a chegar ao vice-campeonato e se transferiu para o Botafogo.

No time carioca, foi contratado para ser reserva de Jefferson, mas de novo o titular se machucou e Sidão teve chance. Foi bem, fechou o gol e participou da campanha que culminou na classificação do Botafogo para a Copa Libertadores do próximo ano. Suas atuações chamaram a atenção do São Paulo, ainda mais com o titular Denis sofrendo uma série de críticas.

Para contar com Sidão, a diretoria tricolor entrou em contato com os dirigentes do Audax, com quem o atleta tinha contrato até abril. O São Paulo aceitou pagar cerca de R$ 500 mil e ainda ceder jogadores ao time de Osasco (SP) para a disputa do Paulistão de 2017 – esses dois atletas ainda não foram escolhidos.

Para Sidão, atuar no São Paulo será um grande desafio, ainda mais porque ele chega com a aprovação de Rogério Ceni, ex-goleiro e agora técnico da equipe. “É impressionante. Um dia estamos assistindo pela televisão e batendo palmas para ele, no outro dia ele me indica para ser o goleiro dele. Acho que será um bom professor. Vai ser um prazer trabalhar com ele”, disse, em entrevista para a TV Globo após um jogo festivo.

Apesar de elogiar Sidão, Rogério Ceni não garante o novo contratado como titular, até porque espera que a disputa pela camisa 1 seja grande no clube. Denis, que assumiu o posto após a aposentadoria de Ceni, sofreu muitas críticas da torcida e isso acabou motivando a diretoria a tentar uma terceira opção. Um dos trunfos de Sidão é saber jogar com os pés – fazia isso no Audax, ajudando na saída de bola – e isso faz com que a admiração do treinador seja maior. Mas Ceni avisa que vai testar Denis e Renan Ribeiro também como titulares para decidir quem será seu principal goleiro.

“Trabalhei com os dois muito tempo e sei que são capacitados. O Renan teve poucas oportunidades, o Denis fez a maioria das partidas e sei do potencial dele e o quanto pode render. Vai ser uma disputa saudável e acho que a chegada do Sidão vai aumentar a competição pela posição de titular. Isso é muito importante e quero testar o três em nossa pré-temporada”, afirmou Rogério Ceni, em sua apresentação no São Paulo.

Aprovado nos exames médicos, Sidão agora aguarda a assinatura do contrato para oficializar a sua chegada ao São Paulo. Ele vai se apresentar junto com os outros companheiros no dia 4 de janeiro, para início dos treinamentos, e dois dias depois embarca para os Estados Unidos para a disputa da Florida Cup. Sua missão será convencer Rogério Ceni de que pode ser titular da equipe.

Fonte: Superesportes