Arma do Cruzeiro, bolas paradas não preocupam Bolívar

Compartilhe:

As estatísticas mostram que as jogadas de bola parada são a principal arma do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro até aqui . A equipe mineira tem, ao lado do São Paulo, o melhor ataque da competição nas duas primeiras rodadas, e, dos sete gols marcados, cinco saíram através de jogadas do tipo. Só contra o Goiás, três foram feitos de cabeça após cobranças de escanteio.

No entanto, isso não é motivo de preocupação Botafogo, próximo adversário do time mineiro. O zagueiro Bolivar, que na partida de sábado terá a companhia de Antônio Carlos na zaga, destacou o bom aproveitamento da equipe carioca nas jogadas aéreas neste ano.

– Desde o estadual, em escanteio e bola parada a gente já define marcação individual, independente da equipe que a gente for enfrentar. Sabemos que o Cruzeiro é uma equipe de estatura muito alta, vimos hoje antes do treino. Mas o Botafogo também é muito forte na bola parada defensiva. Sofremos um gol só, contra o Corinthians, não me lembro de sofrer gol assim no Estadual. Hoje, muitos jogos são decididos na bola parada. Não dá mais tempo para treinar, tem que estar memorizado para não esquecer durante a partida.

Ao analisar os outros pontos fortes da Raposa, o camisa 4 apontou justamente o cobrador oficial da equipe como principal perigo que o time mineiro pode levar ao Botafogo.

– Enfrentei e tive a oportunidade de jogar junto com o Dagoberto. Excelente jogador, é muito decisivo, e taticamente é um jogador muito obediente, que se destaca no que faz – analisou o zagueiro.

Ele citou outros “perigos”.
– Outro destaque também é o Luan, jogador agudo que tem alta estatura e uma postura muito boa. E o Diego Souza, o cara que tem força para puxar o contra-ataque. Em geral, o Cruzeiro tem uma equipe bem distribuída, e um grande goleiro que é o Fabio.
Botafogo e Cruzeiro, ambos com quatro pontos, se enfrentam neste sábado, às 16h20 (horário de Brasília), no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda-RJ. A partida é válida pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

Fonte: Globoesporte.com

Comentários