Atuações: ‘maestro’ Seedorf decide a vitória do Botafogo

Compartilhe:

 
Header Botafogo (Foto: Infoesporte)

JEFFERSON – GOLEIRO
Voltou bem da Seleção e fez defesas importantes. Ainda ajudou na puxada de contra-ataques em alguns momentos.
Nota: 7,0

LUCAS – LATERAL-DIREITO
Poderia ter avançado mais, principalmente no primeiro tempo. Subiu de produção no segundo.
Nota: 6,5

BOLÍVAR – ZAGUEIRO
Atuação sóbria. Demonstrou um pouco de desatenção na saída de bola.
Nota: 6,0

DÓRIA – ZAGUEIRO
Travou um duelo particular com Fred e saiu vencedor da disputa. Se antecipou bem e ainda tentou ser elemento surpresa no ataque.
Nota: 7,5

JULIO CESAR – LATERAL-ESQUERDO
Assim como Lucas, muito discreto no apoio.
Nota: 6,0

MARCELO MATTOS – VOLANTE
Um brigador. Lutou bastante no meio de campo e conseguiu desarmar muitas jogadas. No entanto, mais uma vez pecou nos passes.
Nota: 6,0

GABRIEL – VOLANTE
Um pouco superior ao companheiro Marcelo Mattos na chegada ao ataque.
Nota: 6,5

LODEIRO – MEIA
Bem marcado, não teve muito espaço para fazer seu jogo.
Nota: 6,0

LUCAS ZEN – VOLANTE
Entrou no fim e pouco participou.
Nota: 5,0

SEEDORF – MEIA
O destaque do jogo. Já comandava a equipe no primeiro tempo, mas no segundo chamou o jogo para si, se movimentou, orientou os companheiros e foi premiado com o gol da vitória.
Nota: 8,0

ANDRÉ BAHIA – ZAGUEIRO
Entrou nos acréscimos.
Sem nota.

VITINHO – ATACANTE
No primeiro tempo ficou muito preso na esquerda e não participou ativamente do jogo. Cresceu na segunda etapa se movimentando mais e deu dois bons chutes a gol.
Nota: 6,0

ELIAS – ATACANTE
Teve a chance de fazer o segundo gol em grande passe de Seedorf. Ainda merece ser mais bem observado.
Nota: 6,0

RAFAEL MARQUES – ATACANTE
Foi importante taticamente. Teve apenas uma chance de marcar e desperdiçou.
Nota: 6,0

Header Fluminense (Foto: Infoesporte)

DIEGO CAVALIERI – GOLEIRO
Não teve culpa no gol. A quicada da bola no chute forte de Seedorf foi fatal para o gol.
Nota: 6,0

BRUNO – LATERAL-DIREITO
Melhor jogador do Fluminense na partida. Participou muito do jogo, fazendo ultrapassagens e aparecendo no ataque. Há muito tempo não jogava tão bem.
Nota: 7,5

GUM – ZAGUEIRO
Perdeu um gol de cabeça no primeiro tempo. Não comprometeu defensivamente.
Nota: 6,5

DIGÃO – ZAGUEIRO
Um pouco abaixo de Gum. Desatento nas saídas de bola do Tricolor.
Nota: 6,0

CARLINHOS – LATERAL-ESQUERDO
Sem o mesmo vigor e velocidade que o caracterizaram na reta final da Libertadores e nos jogos inciais do Brasileirão.
Nota: 5,5

EDINHO – VOLANTE
Abusou das faltas e levou um cartão amarelo.
Nota: 5,5

JEAN – VOLANTE
Tentou organizar o time do Fluminense mas não obteve sucesso. Ainda não é o mesmo jogador de 2012.
Nota: 6,0

WAGNER – MEIA
Irregular como sempre.
Nota: 5,5

SAMUEL – ATACANTE
Entrou no fim.
Sem nota.

RHAYNER – ATACANTE
Lutou muito em campo. Não foge das divididas e, por isso, acabou se machucando quatro vezes até deixar o campo em definitivo.
Nota: 6,5

BIRO-BIRO – ATACANTE
Não tem medo do jogo. Entrou e tentou ajudar no ataque.
Nota: 6,0

RAFAEL SÓBIS – ATACANTE
Depois de Bruno foi o melhor do time. Jogador que mais tentou algo diferente no ataque e participou de um lance polêmico com o goleiro Jefferson, que poderia ter resultado em um pênalti para o Fluminense. Ainda quase marcou de fora da área.
Nota: 7,0

DECO – MEIA
Jogou pouco e mostrou que ainda não está em forma.
Nota: 6,0

FRED – ATACANTE
Na sua volta ao Fluminense não estava inspirado. Perdeu o duelo com Dória.
Nota: 5,5



Fonte: Globoesporte.com
Comentários