A Comissão de Arbitragem da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (COAF-RJ) substituiu o árbitro assistente número dois, Daniel do Espirito Santo Parro, do clássico entre Botafogo e Fluminense, no próximo domingo, pela semifinal do Campeonato Estadual do Rio. O bandeirinha pediu o afastamento da partida, através de um e-mail, alegando que torceu o tornozelo. O auxiliar iria trabalhar na sua primeira partida após a suspensão de 14 dias.

Para o seu lugar, foi chamado Thiago Henrique Neto Correa Farinha. A Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) divulgou um comunicado e o e-mail enviado pelo auxiliar.

“Comunico que no meu treinamento de ontem à noite, dia 6, sofri uma entorse no tornozelo direito. O local está inchado, dolorido e estou andando com certa dificuldade. Sendo assim, não terei plenas condições físicas e peço a minha substituição”, diz o e-mail.

E-mail de dispensa feito pelo auxiliar de clássico Botafogo x Fluminense
E-mail de dispensa feito pelo auxiliar de clássico Botafogo x Fluminense Foto: Reprodução / Ferj

Daniel do Espirito Santo foi afastado depois dos problemas no clássico Flamengo e Vasco, no dia 26 de março. O auxiliar assinalou um pênalti inexistente par ao Vasco ao lado do árbitro Luís Antônio da Silva Santos, o Índio, na partida que aconteceu no Mané Garrincha, em Brasília (DF). Nenê converteu a cobrança e o Cruz-maltino empatou o duelo em 2 a 2.

O lance gerou polêmica dos dois lados. Logo após o erro, Sérgio Santos, Membro da Coaf-RJ, explicou informou sobre o afastamento do bandeirinha e do juiz.

Veja o e-mail na íntegra:

“À COAF/RJ

Eu, DANIEL DO ESPÍRITO SANTO PARRO, venho por meio desta, comunicar que no meu treinamento de ontem à noite ﴾06/04﴿, sofri uma entorse no tornozelo direito. O local está inchado, dolorido e estou andando com certa dificuldade.

Sendo assim, não terei plenas condições físicas e peço a MINHA SUBSTITUIÇÃO da partida Semifinal da Taça Rio entre BOTAFOGO FR X FLUMINENSE FC , a qual foi designado como ASSISTENTE 2 no dia 09/04/17.

Agradeço vossa compreensão.

DANIEL DO ESPÍRITO SANTO PARRO”.

Fonte: Extra Online