Começa nesta sexta-feira a caminhada do Botafogo na Liga Ouro, divisão de acesso do basquete brasileiro, rumo ao NBB, primeira divisão nacional. A estreia do Glorioso é contra o Santos do Amapá, na casa do rival, às 20 horas. Uma só vaga na elite está em disputa, e estão no páreo também Blumenau, Brusque, Contagem Towers e Joinville/AABJ.

O basquete profissional do Botafogo foi reformulado há pouco mais de dois anos, quando foram contratados três jogadores: o ala-armador Arnaldinho, o ala-pivô Roberto e o pivô Rodrigo Bahia. O time foi ganhando corpo, conquistou o “Cariocão” em 2015 e 2016 e, há pouco mais de uma semana, acertou com Jammal.

O armador americano, que se tornou ídolo do Macaé, é o último reforço do grupo que conta, além dos já citados, com Rafinha, Wesley Russel e Guga (armadores); David e Fabrício (alas-armadores); Phil (ala); Abner e Douglas (alas-pivôs) e Feliciano (pivô).

– Finalizamos as parte física, tática e técnica. Fizemos amistosos e jogos-treinos. Estamos finalizando os sistemas de defesa e de ataque. O importante é estarmos prontos. Nossa única baixa para a estreia é o Roberto, que está se recuperando de lesão, mas já está treinando – lembra Rodrigo Bahia, que também esteve lesionado. Este, desde setembro:

– Estou me sentindo muito bem fisicamente. Tive uma lesão no tendão de aquiles do pé direito no primeiro jogo do Estadual. Optamos por não fazer cirurgia. O tratamento conservador demora mais tempo, mas o resultado é mais sólido. Estou treinando há um mês e meio. Pronto para a nossa estreia – garante o pivô.

Fonte: Terra