Léo Figueiró, comandante do Botafogo na campanha que levou o clube às semifinais, foi eleito o melhor técnico da temporada do NBB 2018/19 na cerimônia de encerramento do campeonato realizada nesta quinta-feira, em São Paulo.

Figueiró concorreu com os dois técnicos finalistas: Gustavo de Conti, do Flamengo, e Helinho Garcia, do Franca. Ele conduziu o Botafogo até as semifinais, quando foi derrotado pelos rubro-negros, que conquistariam o título, por 3 a 1 na série.

– Muito obrigado a todos que votaram. Só tenho a agradecer a todos que estiveram comigo nessa temporada. Muito grato ao Botafogo, diretoria, comissão técnica e jogadores. Esse prêmio é de todos vocês! – celebrou o comandante alvinegro no Twitter.

O Botafogo tinha outros três indicados a premiações na noite: Jamaal Smith para armador do ano (o vencedor foi Balbi, do Flamengo), Cauê Borges para ala (os vencedores foram Marquinhos, do Flamengo, e David Jackson, de Franca) e Diego para maior evolução (Didi, de Franca, foi o ganhador).

Confira os prêmios do NBB 11:

MVP – JP Batista (Mogi)
Melhor estrangeiro – Franco Balbi (Flamengo)
Melhor ala – Marquinhos (Flamengo) e David Jackson (Franca)
Sexto homem – Alexey (Franca)
Melhor defensor – Jimmy (Franca)
Destaque jovem – Didi (Franca)
Melhor armador – Franco Balbi (Flamengo)
Jogador que mais evoluiu – Didi (Franca)
Melhor pivô – Lucas Dias (Franca) e JP Batista (Mogi)
Melhor técnico – Léo Figueiró (Botafogo)
Cestinha – Kyle Fuller (Corinthians)
Garçom do ano – Gegê (Minas)
Reboteiro do ano – JP Batista (Mogi)
Jogador mais eficiente – JP Batista (Mogi)

Fonte: Redação FogãoNET