Sassá definitivamente não combina com o Botafogo.

Esse rapaz já deu provas suficientes de que não tem equilíbrio emocional. Pior. É muito mal orientado e se acha o dono da verdade.

Além de ter prejudicado o Botafogo contra o Grêmio cavando a expulsão de Aírton, a imagem descabida segurando notas de R$ 50,00 correu o mundo.

Uma vergonha.

Ostentação burra e sem sentido de um jovem absolutamente alienado do que se passa ao redor do planeta.

Individualista e irresponsável.

Suja o nome do Botafogo e coloca em risco a integridade física da família num ato impensado.

Brincadeira de péssimo gosto.

Tomara que a diretoria do Botafogo não deixe passar em branco e se livre de uma vez de Sassá.

É problema na certa. Questão de tempo.

Ele pode ter sido criado nas divisões de base, ser identificado com o torcedor, ter pele alvinegra, mas nada justifica sua permanência.

Se o Botafogo pretende algo realmente diferente na Libertadores em 2017, o primeiro passo é mandar Sassá embora do clube.

Fonte: Blog do Bruno Voloch - Yahoo