A promessa de Carlos Eduardo Pereira, presidente do Botafogo, de que o clube não iria mais ceder o Engenhão para o Flamengo está mais do que nunca ameaçada.

A liminar que proíbe clássicos com duas torcidas continua de pé e segue em vigor. Ainda não foi cassada.

Por causa dela e da alegação da polícia que não teria efetivo suficiente para dar garantias aos torcedores, Flamengo e Vasco foi em Volta Redonda.

O Botafogo porém não deve escapar por muito tempo e pode ser obrigado a emprestar o estádio para o maior rival.

A tendência, apesar do feriado por causa do carnaval, é que Guilherme Schiling, do Juizado do Torcedor e Grandes Eventos, libere o jogo para o estádio do Botafogo.

O mando de campo na final da Taça Guanabara é da federação, ou seja, seria impossível determinar, caso a liminar seja mantida para os jogos na capital, qual torcida teria direito a mandar na partida e ocupar o Engenhão.

Nesse caso não jogar no Rio seria literalmente a única saída.

O Botafogo agradeceria.

Fonte: Blog do Bruno Voloch - Visão do Rio - Yahoo!