Blogueiro defende reativação do ‘caldeirão’ Caio Martins

Compartilhe:

Por Eduardo Mansell

É fato que o Botafogo não terá o Engenhão por muito tempo. É fato que é uma vergonha, como bem colocou o Montenegro na matéria publicada no LANCE!Net, tudo o que está acontecendo. Mas agora é preciso pensar em uma casa. A primeira opção para a diretoria, ao que parece, é o Maracanã. Mas gostaria de manifestar a minha opinião, compartilhada por boa parte da torcida alvinegra (basta dar uma olhada nas redes sociais), e sair em defesa de Caio Martins.

Quando o Botafogo deixou o Caio Martins muito se falou que fez bem. Que o time se apequenava em Niterói. Tá bom. Mas me diz uma coisa, desde então, o que o Fogão ganhou em termos nacionais? e internacionais?

Caio Martins foi por muito tempo o caldeirão do Fogão. Lá, era muito difícil ganhar do Botafogo. Os times de outros estados penavam mesmo e reclamavam de jogar lá. Até mesmo a imprensa de outros estados abordava o fato às vésperas de confrontos com o Alvinegro. Foi lá que o clube ganhou boa parte de seus jogos na conquista do Brasileirão de 1995 e da da Conmebol dois anos antes. Alguém esquece a virada contra o Atlético-MG nas semifinais desta mesma Conmebol? Depois de perder de 3 a 1 em Minas o Glorioso, com um time limitado, mandou o Galo para casa com um sonoro 3 a 0.

Sei que lá o time caiu em 2002, naquele fatídico jogo com o São Paulo. Mas caiu porque mandou outros jogos no Maracanã que não deveria, como contra Inter, Juventude e Atlético-MG. Além disso, aquele time do Mauro Ney era duro de engolir, não dá para colocar a culpa em Caio Martins, palco de várias agradáveis lembranças.

Já que tomaram o Engenhão do Botafogo sou a favor de uma versão Fogão Retrô e passar a mandar os jogos no Caio Martins. O que você acha amigo torcedor?

Fonte: Blog Ninguém Cala - Lancenet!

Comentários